10 bandas goianas para ouvir neste Dia Mundial do Rock

Para celebrar o Dia Mundial do Rock, preparamos uma lista com bandas locais pra você ouvir ao longo do dia

Bandas goianas para ouvir no Dia Mundial do Rock
Banda Boogarins (Foto: Reprodução/ In!)

Além de ser conhecida como a terrinha do pequi, Goiânia também tem fama de ser a capital do sertanejo. E não é pra menos. Diversos cantores e duplas de projeção nacional, de fato, saíram daqui. Apesar disso, é importante lembrar que não apenas de bota e chapéu se faz o goiano. Muita gente pode até não saber, mas existem inúmeras bandas goianas que também conquistaram seu espaço no cenário brasileiro e até internacional, representando a cena underground da cidade e de todo o estado.

E este é realmente um bom dia para escutar o trabalho das bandas que nasceram por aqui. Hoje, 13 de julho, é celebrado o Dia Mundial do Rock, que homenageia o estilo que revolucionou a música e o comportamento dos jovens a partir da segunda metade do século 20, e que concentra fãs em todas as partes do mundo.

Pensando nisso, preparamos uma listinha com algumas bandas locais pra ouvir ao longo do dia e celebrar a data no melhor estilo! Ah, e se tiver alguma sugestão que não apareceu na lista e que também merece ser lembrada, fique à vontade pra compartilhar com a gente! Confira!

Encontre sugestões de bandas goianas para ouvir neste Dia Mundial do Rock

Black Drawing Chalks

Entre as bandas goianas de maior proeminência, também está Black Drawing Chalks, um quarteto de stoner rock formado ainda em 2005. Desde o início o grupo chamou bastante atenção, principalmente após o lançamento do álbum de estreia, “Big Deal”, lançado pela Monstro Discos e que foi bastante elogiado.

Para se ter ideia, já participaram de grandes festivais de rock por todo o Brasil, sem contar que já fizeram shows ao lado de lendas como Motorhead, Black Label Society, Eagles Of Death Metal, entre outras bandas aclamadas mundialmente.

Rede social: @blackdrawing

Boogarins

Boogarins é uma das bandas goianas de maior projeção, já tendo participado de grandes festivais nacionais e até internacionais. É figura carimbada no Festival Bananada, que acontece em Goiânia e é um dos maiores no cenário nacional de música alternativa.

Formada em 2012, a banda é perfeita para quem curte rock psicodélico e neopsicodelia, incorporando elementos eletrônicos e instrumentos bem exóticos em suas canções.

Rede social: @boogarins

Cambriana

Cambriana é uma das bandas goianas para também ser lembrada neste Dia Mundial do Rock. Com longos anos de carreira, deu início à sua trajetória no Indie Rock em 2012, quando lançou seu primeiro disco, “House Of Tolerance”.

Não demorou muito para que conquistassem sucesso, já que a faixa “Safe Rock” acabou entrando para a trilha da novela “Além do Horizonte” (2014), da Rede Globo. O último trabalho da banda foi o álbum “Hedonism”, lançado no fim do ano passado, com 8 faixas.

Rede social: @cambrianamusic

Carne Doce

Formada em 2013, Carne Doce também é uma das bandas goianas mais conhecidas no cenário nacional. Com muito Indie Rock e alguns trabalhos que flutuam pelo psicodélico, o grupo tem Salma Jô nos vocais, resultando em músicas com voz doce e forte, com potência vocal precisa para transmitir as mensagens da banda, que marcam uma perspectiva expansiva e uma pegada política e feminista.

Rede social: @carnedoce

Girlie Hell

Entre as bandas goianas para escutar neste Dia Mundial do Rock, também está Girlie Hell. Durante sua atividade, era formada somente por mulheres, com início em 2007, mesmo tendo lançado seu primeiro álbum apenas em 2012.

Com metal para dar e vender, a banda se apresentou em festivais de rock goianos e também tocou por todo o Brasil. Infelizmente, após anos de estrada, a banda entrou em um hiato, mas seus trabalhos seguem disponíveis e merecem bastante reconhecimento.

Rede social: @girliehell

Hellbenders

Misturando elementos do punk, stoner e hard rock setentista, Hellbenders é uma banda formada por amigos, que segue inspirando vários outros grupos locais a fazer música. Com uma identidade sonora única, marcada por grooves rápidos e explosivos, além de riffs quebrados e melódicos, as canções da banda são enérgicas e conquistam fãs por onde passam.

Não à toa, já participaram dos maiores festivais de rock do país, além de também terem sido convidados por David Catching (Eagles Of Death Metal) para gravar seu segundo disco, intitulado “Peyote”, no Estúdio Rancho de La Luna. Para se ter ideia, bandas como Foo Fighters e Queens Of The Stone Age já gravaram por ali.

Rede social: @hellbenders

Mugo

Um dos nomes mais respeitados no Metal goiano, a banda é uma das maiores da música pesada no Centro-Oeste, trabalhando principalmente o Thrash e o Death Metal. Formada em 2006, o grupo é um dos precursores do estilo na cena goiana, servindo de referência para diversos artistas que ainda estão no início da carreira.

Assim como outras bandas goianas já mencionadas aqui, também participaram de diversos festivais no estado, a exemplo do “Rock in Roça” e “Roadie Metal”.

Rede social: @mugooficial

Overfuzz

O trio foi formado em 2010 e desde então, vem conquistando e consolidando um público bastante fiel, que se empolga com a energia da banda e a sintonia que apresentam em palco.

O primeiro EP foi lançado em 2012, sendo que o primeiro álbum completo da banda, “Bastard Sons Of Rock ‘n’ Roll”, foi lançado apenas em 2015 e conquistou a 15ª colocação entre os 50 melhores lançamentos daquele ano, de acordo com o site “Tenho Mais Discos Que Amigos”. Sem dúvida, uma boa opção para curtir neste Dia Mundial do Rock.

Rede social: @overfuzzbr

Rapsódia

Formada em 2007, a banda uniu três amigos apaixonados por música, especialmente pelo rock, mas que definitivamente não sabiam tocar nada. Depois dos trinta, decidiram encarar o desafio. Compraram instrumentos e aprenderam a tocar, e depois de alguns tropeços e vários obstáculos, já lançaram muita música boa.

O estilo da banda pode ser definido como “rock/mezzo/pop/ alternativo” – mas nenhum de seus integrantes se prende a um estilo específico. O que manda é o prazer de tocar e cantar. Hoje, a banda conta com vocal feminino, que faz toda a diferença em suas composições. E vale mencionar que neste Dia Mundial do Rock, a Rapsódia vai lançar o primeiro single de seu novo 4ª CD, que estará disponível em todas as plataformas de streaming.

Rede social: @bandarapsodia

The Galo Power

Com 13 anos de estrada e 4 discos já lançados, a banda The Galo Power é formada por um trio de rock clássico e psicodélico. O nome pode soar um pouco estranho a princípio, mas quando você começa a escutar as composições da banda, é algo que vai fazendo cada vez mais sentido.

Uma de suas principais características é a versatilidade, com viagens musicais que destoam completamente de si e ainda quebram a lógica de estilos clássicos, o que garante um significado especial para cada álbum. A banda já passou pelo Goiânia Noise, Porão do Rock, Vaca Amarela.

Rede social: @thegalopower

Leia também: