14 ex-servidores da Codego são presos suspeitos de extorsão contra empresários

Investigados viviam uma vida de alto luxo com o dinheiro obtido nos golpes, cujos valores ultrapassam R$ 1 milhão

A Polícia Civil prendeu14 ex-servidores da Codego que teriam extorquido vários empresários entre 2016 e 2018. (Foto: reprodução)
A Polícia Civil prendeu14 ex-servidores da Codego que teriam extorquido vários empresários entre 2016 e 2018. (Foto: reprodução)

A Polícia Civil cumpriu nesta quinta-feira (13), em Goiânia, Caturaí, Cristianópolis e Catalão, 12 mandados de busca e apreensão e 14 de prisão contra ex-servidores públicos que teriam extorquido vários empresários entre 2016 e 2018. As investigações apontam que um grupo criminoso formado por funcionários da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Goiás (Codego), e familiares, cobravam valores indevidos para dar andamento em processos administrativos.

Empresários que não aceitavam participar do esquema, segundo a Polícia Civil, eram perseguidos e sofriam ameaças de que suas empresas já instaladas em distritos da Codego seriam despejadas. Os investigados, ainda de acordo com a polícia, viviam uma vida de alto luxo com o dinheiro obtido nos golpes, cujos valores ultrapassam a cifra de R$ 1 milhão.

Nomes e idades dos presos não foram divulgados.

Veja íntegra da nota da Codego:

“A atual administração da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Goiás (Codego), por meio do presidente Renato de Castro, manifesta integral apoio às ações da Polícia Civil, inclusive nas investigações a respeito da atuação de antigos funcionários do órgão em gestões anteriores, entre os anos de 2016 e 2018, e se coloca à disposição das autoridades.

A Codego reforça que tomou diversas medidas de controle interno e externo, como fortalecimento dos departamentos de controle, transparência e compliance, modernização dos regulamentos e investimento na qualificação dos colaboradores, além da contratação de uma empresa especializada em auditoria externa.

Goiânia, 13 de maio de 2021.

Companhia de Desenvolvimento Econômico de Goiás (Codego) – Governo de Goiás”