20 mil vacinas que podem ter se perdido em curto-circuito serão analisadas, em Goiânia

Vacinação para servidores da Polícia Civil precisaram ser remarcadas

O Ministério da Saúde confirmou nesta segunda-feira (20) a quarta dose contra a Covid-19 em pessoas com 40 anos ou mais.(Foto: Jucimar de Sousa /Mais Goiás)
Foto: Jucimar de Sousa /Mais Goiás

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) irá avaliar 20 mil doses de vacinas de rotina, contra gripe e contra Covid-19, após um curto-circuito alterar a temperatura da câmara fria onde os imunizantes ficam armazenados. O curto aconteceu na noite de terça-feira (3) no Paço Municipal de Goiânia.

Um relatório será entregue ao órgão para comprovar se as vacinas estão aptas para serem aplicadas. As doses seriam destinadas em servidores da Polícia Civil de Goiás.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), a temperatura se alterou de +8ºC para +13ºC. Como não houve interrupção de energia, o gerador não foi ativado.

“Por conta do ocorrido, as vacinações na Polícia Civil e Ingoh agendadas para hoje (04/05), serão remarcadas. Nas 71 salas de vacinas e no Clube da Caixa Econômica Federal, a vacinação ocorre normalmente”, disse a SMS em nota.

Leia outras notícias no Mais Goiás

Aparecida amplia vacinação contra Influenza para todos os grupos prioritários

Laboratório pedirá à Anvisa aval para uso de vacina contra Covid em bebês

‘Vacinados’ por falsa enfermeira em Minas Gerais pedem ressarcimento

*Jeice Oliveira compõe programa de estágio do Mais Goiás sob supervisão de Alexandre Bittencourt