Acusado de tentar matar esposa por quase derrapar no trânsito é preso em Formosa (GO)

Depois de agredir mulher com capacete, homem esfaqueou a vitima no peito

A Polícia Civil prendeu um homem suspeito de tentar matar a esposa na cidade goiana de Formosa, no entorno do Distrito Federal (DF). De acordo com as investigações, o suspeito agrediu a mulher durante uma discussão por ela ter quase derrapado enquanto dirigia uma moto.
Suspeito de tentar matar esposa por derrapar no trânsito é preso em Formosa (GO)

A Polícia Civil prendeu um homem suspeito de tentar matar a esposa na cidade goiana de Formosa, no entorno do Distrito Federal (DF). De acordo com as investigações, o suspeito agrediu a mulher durante uma discussão por ela ter quase derrapado enquanto dirigia uma moto.

Segundo a polícia, o crime aconteceu no último dia 7 de março. O acusado estava na garupa da moto da vítima. Em determinado momento, a mulher quase derrapou enquanto dirigia. O erro banal foi o suficiente para que o homem começasse a ofender a companheira com xingamentos.

A vítima narra ainda que o homem começou a golpeá-la no rosto com a ajuda do capacete. Ele também pegou uma pedra e tentou acertar a cabeça da mulher, que caiu no chão, mas conseguiu fugir das agressões.

A mulher conta que foi para a casa em que convivia com o homem. O objetivo dela era conseguir pegar suas coisas e ir para outro lugar. Contudo, o suspeito a encontrou lá, se armou com uma pegou uma faca e desferiu um golpe no peito da vítima.

Depois dos atos de violência, o homem fugiu. A vítima sobreviveu ao ataque e, atualmente, passa bem.

Diante dos fatos, os policiais civis realizaram buscas até encontrar o suspeito escondido na região rural de Formosa. Nesta segunda-feira (11), os agentes o prenderam de forma preventiva e o conduziram até o presídio da cidade, onde ele está à disposição da Justiça

Antes de tentar matar esposa, homem já a havia ameaçado

Essa não é a primeira vez que o homem é investigado por praticar um crime de violência doméstica e familiar contra a mesma vítima. No dia 17 de outubro de 2020, a mulher denunciou o homem depois que ele a ameaçou com uma arma de fogo.

Naquela ocasião, policiais militares apreenderam a arma e apresentaram na delegacia.

Violência contra a mulher em Goiás

Casos como os que foram narrados acima não são incomuns. Inclusive, casos de feminicídio em Goiás aumentaram 23% entre 2020 e 2021. A informação é do observatório da Secretaria de Segurança Pública do estado goiano (SSP). No ano passado, 54 mulheres foram assassinadas; enquanto em 2020 esse número foi de 44 vítimas.

Ainda em Goiás, o número de casos de ameaça também cresceu. Foram 962 casos a mais do que em 2020, um aumento de aproximadamente 6,5%.

Fora isso, as autoridades policiais de Goiás também registraram um crescimento de cerca de 17,2% em casos de crimes contra a honra. Ao todo, foram 1.575 ocorrências mais de mulheres caluniadas, difamadas e injuriadas.

Goiás ainda registrou 10.782 ocorrências de mulheres que sofreram com agressões e outras 278 vítimas de estupro.

Comparação dos dados de violência contra a mulher de Goiás nos anos de 2020 e 2021 (Arte: Mais Goiás – Fonte: SSP-GO)

Denuncie

Ajude a denunciar esses crimes. O Ligue 180 escuta e acolhe mulheres em situação de violência. O serviço registra e encaminha denúncias aos órgãos competentes, bem como reclamações, sugestões ou elogios sobre o funcionamento dos serviços de atendimento.