Adesão ao RRF abre espaço para promoções e concursos públicos em Goiás, diz Caiado

Governador disse que a assinatura do RRF representa a "sobrevivência ao governo"

Após assinatura do RRF, Caiado diz que haverá promoção e concurso público
Após assinatura do RRF, Caiado diz que haverá promoção e concurso público (Foto: Divulgação)

Adesão ao Regime de Recuperação Fiscal (RRF) abre espaço para promoções, reajustes e concursos públicos em Goiás, segundo o governador Ronaldo Caiado (DEM). A declaração ocorreu após a assinatura do termo que equilibra as contas do governo, feita na sexta-feira (24), em Brasília.

“Eu garanto promoção, concurso público”, afirmou o governador ao jornal Valor Econômico, se amparando no orçamento equilibrado apresentado para 2022 e na adesão ao RRF. “O reajuste que nós formos dar vamos dar de acordo com aquilo que o Estado for se organizando politicamente e economicamente”, completou.

O governador ainda salientou que o acordo para adesão ao RRF foi construído com a Assembleia Legislativa, o judiciário e o Tribunal de Contas do Estado. Com isso, o governo encampou série de medidas econômicas e fiscais para adequar Goiás para as exigências do governo federal.

Bolsonaro ameaçou não assinar RRF

Na semana retrasada, a adesão ao RRF foi alvo de críticas do deputado federal Major Vitor Hugo (PSL), que estava ao lado do presidente Jair Bolsonaro (PL). Este, por sua vez, disse que iria analisar melhor e “esperaria um pouco mais para assinar a adesão”.

A assinatura ocorreu após mobilização de aliados de Caiado, de ministros e parlamentares, como o recém-empossado André Mendonça, do Supremo Tribunal Federal, e Ciro Nogueira, da Casa Civil. com trânsito com o presidente.