Agentes de segurança doam sangue na Semana de Conscientização da Hemofilia

O Hemocentro é referência no Estado de Goiás e atende atualmente 600 pacientes

Força tarefa da segurança pública participa da semana de Conscientização da Hemofilia (Foto: Divulgação/Hemocentro)
Força tarefa da segurança pública participa da semana de Conscientização da Hemofilia (Foto: Divulgação/Hemocentro)

Policiais civis, militares, rodoviários federais, bombeiros, guardas civis metropolitanos e servidores do Detran e da Superintendência Municipal de Trânsito estiveram na manhã desta sexta-feira (16) no Hemocentro de Goiânia para participar da 1ª Semana Goiana de Conscientização da Hemofilia. Alusiva ao Dia Mundial da Hemofilia, celebrado no dia 17 de abril, a semana de conscientização tem, como propósito, mostrar à população, que a doação de sangue é fundamental para o tratamento de pacientes.

A hemofilia é um distúrbio hemorrágico genético e hereditário ligado ao cromossomo X, que afeta principalmente pessoas do sexo masculino e é caracterizado pela deficiência de uma proteína da coagulação sanguínea. O Hemocentro é referência no Estado de Goiás para o tratamento de pacientes diagnosticados com coagulopatias, incluindo a hemofilia, e atualmente atende 600 pacientes nas unidades de Goiânia, e Rio Verde.