Aparecidense faz 1 a 0 fora de casa e sai na frente da Campinense na decisão da Série D

O jogo decisivo será no próximo sábado (13), no estádio Anníbal Batista de Toledo, em Aparecida de Goiânia

Jogo entre Aparecidense e Campinense na Série D
Jogo entre Aparecidense e Campinense na Série D. Foto: Divulgação - Eleven Sports

A Aparecidense saiu na frente na disputa pelo título do Campeonato Brasileiro Série D. Neste sábado (6), o Camaleão foi até o estádio Amigão, na Paraíba e em um jogo movimentado, os goianos venceram a Campinense pelo placar de 1 a 0 e de quebra tirou a invencibilidade do time paraibano, que durava 14 jogos. O gol do jogo foi marcado pelo atacante David.

Com o triunfo, a Aparecidense está próxima de levantar seu primeiro título nacional. Isso porque, no jogo de volta, no próximo sábado (13), no estádio Anníbal Batista de Toledo, em Aparecida de Goiânia, o Camaleão pode empatar que garante o caneco. Já o time da Campinense precisa vencer por dois gols de diferença. Em caso de vitória por um gol de diferença, o título será definido nas penalidades.

Como foi o duelo entre Aparecidense e Campinense?

O duelo entre Aparecidense e Campinense começou com o time paraibano mais intenso no setor ofensivo e foram os donos da casa que tiveram as primeiras boas oportunidades. O atacante Anselmo criou duas chances, mas parou em boas defesas do goleiro Pedro Henrique. Se os donos da casa eram melhores, a Aparecidense mostrou sua força aos 21 minutos. Após troca de passes no setor ofensivo, David recebeu na entrada da área e bateu no canto esquerdo do goleiro Mauro Iguatu.

O Camaleão ainda teve a chance de ampliar com Anselmo, que recebeu dentro da área e acertou a trave da Campinense. Mesmo atrás do placar, os donos da casa ainda criaram oportunidades de empatar. Vitinho saiu na cara do gol, tentou tocar na saída de Pedro Henrique, mas o goleiro fez a defesa. Dione também teve a oportunidade, após cruzamento da direita e o atacante cabeceou para fora.

Se o primeiro tempo foi bastante movimentado, o começo do segundo fai mais parado, com a Aparecidense bem resguardada no setor defensivo e a Campinense tentando pressionar mas sem criatividade. A boa chance surgiu com Dione, que bateu forte de fora da área, Pedro Henrique fez a defesa, no rebote, o arqueiro ainda salvou a finalização de Anselmo.

A Aparecidense também assustou com Marinho, que foi lançado na esquerda, invadiu a área e bateu forte, mas Mauro Iguatu fez a defesa. Se o arqueiro da Campinense salvou o time de um lado, Pedro Henrique salvou a Aparecidense do outro. Na primeira, Vitinho bateu de fora da área e o goleiro do Camaleão buscou a bola no ângulo, na sequência, o arqueiro realizou grande defesa em outro chute de Felipe Ramon.