Após desistência, Jaraguá participará da Série D e sonha com acesso à Série C

Com esperança de formar um time competitivo, o novo presidente, Breno Leite, acredita no acesso ao Brasileirão Série C.

Foto: Reprodução/Jaraguá

Um dos clubes mais antigos e tradicionais do Estado, fundado em 1929, o Jaraguá EC passou por uma recente turbulência política em seus bastidores.

Houve a possibilidade de se tornar um “clube-empresa”, freada por seus mais antigos conselheiros, e também houve o anúncio da desistência na disputa da Série D do Brasileirão. Decisões que impactariam diretamente nos rumos da história do clube.

O objetivo de disputar a Série D num nível competitivo parecia cada vez mais distante, até que veio uma luz no fim do túnel, numa parceria com a Associação Esportiva Evangélica – ASEEV e também com a chegada de um investidor de peso, Professor Alcides, que além de ser entusiasta do esporte no estado, irá colaborar financeiramente para que os objetivos do Jaraguá se mantenham vivos na temporada. Outras parcerias podem ocorrer ao longo da temporada, trocas de jogadores, empréstimos acordados não só entre atletas, mas também entre profissionais do staff do Gavião da Serra.

A estreia na Série D já tem data e adversário definidos. O primeiro desafio será diante do Gama, no dia 5 de junho, em casa, no estádio Amintas de Freitas, às 16h.

Integrante do Grupo 5 na competição, o Jaraguá também enfrentará as seguintes equipes:
Aparecidense, Goianésia, Nova Mutum, Porto Velho e União Rondonópolis, além de quem classificar do confronto entre Brasiliense e Real Ariquemes.