Após pai e filha serem arremessados, brinquedo em shopping é interditado na Bahia

Prefeitura vai fazer análise dos procedimentos que parque deveria ter tomado

Após pai e filha serem arremessados, brinquedo em shopping é interditado na Bahia (Foto: Reprodução/Redes Sociais)
Após pai e filha serem arremessados, brinquedo em shopping é interditado na Bahia (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

A prefeitura do município de Lauro de Freitas, na região metropolitana de Salvador (Bahia), interditou um brinquedo que arremessou pai e filha na noite do último sábado (19). O brinquedo fica dentro de um shopping. Dois dias depois do acidente, o homem continua internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital particular.

A administração municipal afirma que interditou o parque para fazer uma nova análise de todos os procedimentos técnicos exigidos para o funcionamento. De acordo com a prefeitura, é obrigação do parte que fazer uma vistoria técnica diária em todos os brinquedos antes do uso.

O local possui alvará dentro do prazo legal de validade, com todas as documentações necessárias para funcionar. Entre eles, a Anotação de Responsabilidade Técnica (ART), assinada por um engenheiro, que atesta as boas condições dos brinquedos na parte mecânica e elétrica, e o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB).

O acidente no brinquedo

Segundo relatos de testemunhas, um dos eixos do brinquedo quebrou, o que fez com que pai e filha fossem lançados ao chão. O pai e a menina foram levados para um hospital de Salvador, mas a adolescente recebeu alta no mesmo dia.

O homem sofreu traumatismo craniano e não há informações atualizadas sobre o estado de saúde dele. Os familiares das vítimas disseram ainda que quase todas as naves do brinquedo estavam cheias e havia muita gente no local.

Por meio de nota, o Parque Shopping Bahia informou que notificou o parque de diversões na noite de domingo (20), quando tomou conhecimento sobre o fato. Disse ainda que entrou em contato com a família e segue à disposição de todos os envolvidos.

A empresa responsável pelo brinquedo, a Magic Games, disse que presta apoio às vítimas, que o equipamento já está sendo periciado pelo engenheiro responsável pela manutenção do parque, que estava apto para o funcionamento.

A prefeitura de Lauro de Freitas ainda lamentou o ocorrido e se solidarizou com a família.