Após surto de Covid, delegacias regionais de Anápolis retornam atendimentos

O horário, antes reduzido por conta da pandemia, voltou a ser comercial nas 12 delegacias regionais

Após surto de covid no mês de outubro, a Delegacia Regional de Fiscalização em Anápolis retornou com os atendimentos. No site do Governo Estadual, todos os serviços presenciais podem ser consultados e alguns só são solucionados pelo próprio sistema.

O horário, antes reduzido por conta da pandemia, voltou a ser comercial nas 12 delegacias regionais. Em Anápolis, o cidadão pode tirar suas dúvidas pelo telefone:  (62) 3321-9200.

Serviços oferecidos de forma presencial na delegacia do município:

-Atendimento presencial na DRF: Vale para os casos previamente agendados pelos E-mails:

– Pessoa Física: IPVA, auto de infração, produtor rural, cadastramento de nota fiscal de veículo);
– Microempreendedor Individual (MEI) – Alteração e baixa;
– Recebimento de Documentos de Baixa Cadastral que não possam ser enviados por e-mail;
– Autuação de Defesa – Agendamento pelo e-mail [email protected];
– Emissão de Notas Fiscais Avulsas e Cadastro de MEI nos Vapt Vupts e unidades do centro; comerciais Anashopping e Brasil Sul;
– Os demais atendimentos somente por E-mail

E-mails para atendimento e agendamento:

Geral: [email protected]

Comércio Exterior:

[email protected]

Fiscal: [email protected]

Cadastro: [email protected]

ITCD: [email protected]

NUPRE (Núcleo de Preparo Processual) : [email protected]

A delegacia Regional de Anápolis, localizada na  avenida Sen. José Lourenço Dias, Esq. Com Rua Jean Jaques, atende os seguintes municípios: Anápolis, Abadiânia, Alexânia, Anápolis, Bonfinópolis, Campo Limpo de Goiás, Cocalzinho de Goiás, Corumbá de Goiás, Gameleira de Goiás, Goianápolis, Leopoldo de Bulhões, Ouro Verde de Goiás, Silvânia e Terezópolis de Goiás

Os dois serviços mais procurados pelo contribuinte goiano nas delegacias fiscais são: a emissão da Nota Fiscal Avulsa Eletrônica (NFA-e) e a inscrição estadual no Cadastro de Contribuintes. (Com informações da Secretaria de Economia).