Apreensões de contrabando crescem 8,2% no 1º semestre de 2021 nas BRs goianas

Flagrantes passaram de 814 para 881 em comparação com o mesmo período do ano passado

Apreensões de contrabando aumentam 8,2% no 1º semestre de 2021 nas BRs goianas
Apreensões de contrabando aumentam 8,2% no 1º semestre de 2021 nas BRs goianas (Foto: Divulgação/PRF)

A entrada de produtos contrabandeados ou adquiridos irregularmente aumentou cerca de 8,2% nas rodovias federais que cortam Goiás, quando comparados o primeiro semestre de 2020 e 2021. Um levantamento feito pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) revelou que de janeiro à junho do ano passado, somente os agentes rodoviários flagraram 814 pessoas com contrabando ou descaminho. Neste ano o número subiu para 881.

De acordo com a PRF, grande parte dos produtos são adquiridos no Paraguai e entram no Brasil pela fronteira. Em Goiás, a maioria dos casos é registrado nas regiões sul e sudoeste ou pela BR-153, no norte goiano, por onde as mercadorias tentam sair do Estado, com destino à região norte do país.

Após serem apreendidas, as mercadorias e os veículos utilizados no transporte são levadas para a Receita Federal (Foto: Divulgação/PRF)

“Essa localização geográfica faz com que o estado seja um entreposto de distribuição dos produtos da fronteira para o Norte e Nordeste do Brasil”, afirma a corporação, em nota.

Após serem apreendidas, as mercadorias e os veículos utilizados no transporte são levadas para a Receita Federal. No depósito do órgão em Aparecida de Goiânia estão lacrados, aguardando a inspeção dos agentes, cerca de 40 carros, três ônibus e três caminhões repletos de mercadorias. Ao todo, estima-se que as apreensões somam R$ 15 milhões.

Relembre

Segundo a PRF, carga estava escondida em carros transportados em um caminhão-cegonha

Segundo a PRF, carga estava escondida em carros transportados em um caminhão-cegonha

No final da tarde da última sexta-feira (16), agentes rodoviários apreenderam R$ 200 mil em mercadorias contrabandeadas na BR-060, em Rio Verde, no Sudoeste do Estado. Na ocasião, uma carreta transportava oito veículos que foram arrematados em um leilão que foi promovido pela Receita Federal em Campo Grande, no Mato Groso do Sul.

Dentro dos carros que estavam na parte superior da carreta, policiais encontraram centenas de produtos irregulares, como pneus, cigarros eletrônicos, essências e itens afrodisíacos. Todos os materiais tinham como destino final Goiânia.