Estadao Conteúdo

Apresentado pelo Santos, Willian Maranhão promete muita marcação e intensidade

Na última temporada, Maranhão esteve no Atlético Goianiense, onde jogou 34, dos 38 jogos da Série A

Willian Maranhão disputou a última temporada no Atlético Goianiense
Willian Maranhão disputou a última temporada no Atlético Goianiense. Foto: Ivan Storti - Santos FC

O volante Willian Maranhão foi oficialmente apresentado pelo Santos na tarde desta quarta-feira (30), um dia após a apresentação do zagueiro Maicon e assinatura por empréstimo do meia uruguaio Rodrigo Fernández. Contratado para reforçar a marcação no meio-campo santista, Willian Maranhão falou sobre suas características de jogo para ajudar no setor, que tem sido uma das principais deficiências do time neste processo de reconstrução.

“A minha posição pede bastante intensidade e marcação. Nos últimos anos no Campeonato Brasileiro é o que eu tenho feito de melhor e com certeza vou continuar assim para ajudar o Santos. Fiquei muito contente quando recebi a ligação e não pensei duas vezes. A concorrência é forte, isso é importante para a equipe, ter bastantes jogadores para o professor escolher quem está no melhor momento para atuar. Eu vou ser mais um a brigar por posição, vou me dedicar ao máximo nos treinos. É importante que estão chegando reforços”, disse.

Willian Maranhão foi anunciado pelo Santos e já vinha treinando com o time desde a última sexta-feira. Ele foi integrado em um período que o Santos está tendo certa folga para se preparar para o início do Campeonato Brasileiro e Copa Sul-Americana, além de seguir na disputa da Copa do Brasil. Apresentado pelo executivo de futebol Edu Dracena, Willian falou sobre o preparo que a equipe vem fazendo desde a eliminação precoce no Campeonato Paulista.

“O professor tem sido muito exigente, vem cobrando bastante intensidade, uma equipe forte fisicamente, marcação alta o tempo todo. Vamos fortes para os campeonatos, sabendo o queremos. Essa intertemporada tem sido importante para a gente chegar na parte física ideal”, disse o novo jogador santista.

Após fazer um Campeonato Brasileiro consistente pelo Atlético-GO, no qual atuou em 34 das 38 rodadas possíveis, Willian Maranhão teve uma passagem curta pelo Bahia, que foi encerrada após somente nove partidas. Maranhão explicou que não houve problema de adaptação no Bahia, mas que a proposta feita pelo Santos falou mais alto. No Atlético-GO, o atleta também chegou a disputar a Copa Sul-Americana.

“Eu fiz um bom campeonato pelo Atlético Goianiense e depois fui para o Bahia, mas aí recebi a ligação do Santos. O Bahia também é um clube muito grande, mas há a importância de continuar jogando uma Série A em alto nível e isso mexeu bastante comigo. A única forma de eu trazer toda a torcida santista para mim é me dedicando ao máximo dentro de campo, dando a vida, vencendo jogos”, afirmou o atleta.

Na próxima terça-feira, o Santos volta a campo para estrear na fase de grupos da Copa Sul-Americana, contra o Banfield, da Argentina. O time alvinegro voltará a atuar em jogos oficiais depois de um intervalo desde 19 de março. O time de Fabián Bustos realiza mais um dia de treinamentos em dois períodos nesta quinta-feira e também na sexta.