Artistas de rua recebem auxílio para inscrição na Lei Aldir Blanc; veja como ajudar

A ação é do Governo e Goiás e visa capacitar e auxiliar artistas para que possam participar da processo seletivo

Artistas de rua recebem auxílio para inscrição na Lei Aldir Blanc em Goiás; veja como ajudar
(Foto: Pexels)

Com o objetivo de democratizar o acesso aos próximos editais da Lei Aldir Blanc, o Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (Secult GO), irá mapear os artistas de rua que trabalham no estado com as mais diversas manifestações artísticas, a exemplo de malabarismo, apresentações musicais e muito mais.

A intenção é auxiliá-los e capacitá-los para que possam participar da seleção. Assim, diversas equipes da secretaria irão percorrer as ruas da capital a partir desta quinta-feira (05), com o objetivo de encontrar e informar essa classe sobre as inscrições previstas para os novos 20 editais.

Por meio das redes sociais da Secult Go (@secultgoias), você também pode ajudar a pasta a encontrar esses artistas. Basta entrar em contato por meio do direct ou outros canais de mensagem, e informar o bairro ou ponto específico em que o artista costuma se apresentar.

Importante ressaltar que os novos editais da Lei Aldir Blanc, contemplam projetos de artesanato, artes visuais, arte feminina, pontos de cultura, cultura popular, kalunga e quilombola, circo, dança, festivais, direitos humanos, teatro, música e várias outras vertentes, além de também aceitar propostas focadas nas tradições locais.

Inscrições na Lei Aldir Blanc em Goiás

Artistas circenses inscritos, por exemplo, concorrem a 86 prêmios diferentes por meio da lei, nas categorias artista solo, dos, trios e grupos em cena, escola de circo, criação e montagem. Para a categoria, os recursos vão de R$ 10 mil a R$ 150 mil por projeto.

Um novo processo seletivo já está no ar e as inscrições podem ser feitas até 24 de agosto, pela plataforma Mapa Goiano, no site do Governo de Goiás (clique aqui).

Essa nova fase da Lei Aldir Blanc foi proposta após reuniões com representantes da cultura no estado e a realização de consultas públicas, buscando auxiliar os mais variados segmentos atuantes no setor.

Sobre a lei

A Lei Aldir Blanc de Emergência Cultural foi criaada pelo governo federal com o objetivo de auxiliar trabalhadoras e trabalhadores da cultura, bem como os espaços culturais brasileiros, no período de isolamento social, ocasionado pela pandemia de Covid-19.

Em Goiás, foram lançados em 2020 três editais da lei, que beneficiaram mais de 1.530 projetos em todo o Estado. A maioria deles já está em execução. Os novos 20 editais irão contemplar cerca de 2,5 mil projetos do segmento cultural goiano, totalizando R$ 40 milhões.

Leia também: