FolhaPress

Balão com nove a bordo cai em Boituva (SP); uma pessoa está em estado grave

Acidente ocorre menos de uma semana depois de avião cair na região

Acidente ocorre menos de uma semana depois de avião cair na região. Balão com nove a bordo cai em SP; uma pessoa está em estado grave
Bombeiros atendem a ocorrência de queda de balão tripulável em Porto Feliz, no interior de São Paulo, na manhã desta terça-feira (17) - Divulgação/Bombeiros

Um balão tripulável caiu na manhã desta terça-feira (17) em uma zona rural entre Porto Feliz e Boituva, no interior de São Paulo. A queda foi perto do km 104 da rodovia Castello Branco, por volta das 7h.

Segundo os bombeiros, nove pessoas estavam no balão. Uma delas foi socorrida em estado grave. As outras oito tiveram ferimentos, sendo três levemente. Todas foram levadas para o PS São Luiz, em Boituva.

Entre as nove pessoas estavam o piloto do balão e um fotógrafo. Anteriormente, os bombeiros chegaram a afirmar que o acidente tinha envolvido dez pessoas e que ao menos cinco estavam feridas, mas a informação foi atualizada depois.

O local do acidente é de difícil acesso e fica perto de Boituva, de onde partem voos panorâmicos de balões.

Em nota, a prefeitura da cidade disse que o balão realizava um voo tranquilo quando pegou um vento de 39 km/h no pouso e o equipamento desestabilizou e tombou em uma área de canavial. De acordo com os bombeiros, o balão se chocou com o solo duas vezes.

De acordo com a prefeitura, o balão pertence à operadora Aventurar Balonismo. Por telefone, um funcionário disse que a empresa não iria se manifestar e que os passageiros estavam bem.

Em seu site, a Aventurar afirma que opera há mais de 25 anos sem acidentes. A empresa também diz que deus balões são certificados, licenciados e inspecionados, conforme normas da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil).

Outros acidentes

Em maio do ano passado, três balões, que ainda estavam no chão, foram atingidos por uma rajada de ventos e bateram na rede elétrica. O acidente deixou quatro feridos em Boituva.

Em 2010, um casal morreu após a queda de um balão na cidade, quando comemoravam aniversário de casamento.

Na última quarta-feira (11), dois paraquedistas morreram e outras 14 pessoas sofreram ferimentos após o avião em que estavam atingir uma torre de alta tensão e cair em Boituva.

O avião caiu numa área de pasto ao lado da estrada vicinal Alfredo Boratini, de acordo com o Corpo de Bombeiros. A cidade é considerada a capital nacional do paraquedismo.

Estavam a bordo o piloto e 15 paraquedistas. Um dos mortos foi André Luiz Warwar, 53, gerente da competência de imagem, estratégia e tecnologia da TV Globo. O outro foi o instrutor Wilson José Romão Júnior, 38.

O acidente ocorreu menos de três semanas após outra paraquedista morrer na cidade.

LEIA TAMBÉM:

+ Queda de balão de ar quente nos Estados Unidos mata cinco pessoas

+ Mexicano cai de balão e se agarra em corda para não morrer; assista