Baldy diz que vai refletir antes de comentar exoneração de seus irmãos

Foram exonerados Adriano Baldy, na Secult; e Joel Sant'Anna Braga Filho, na Assembleia

PP vai esperar a
Baldy ainda reflete sobre exonerações de irmãos para tomar decisão

O presidente do Progressistas (PP) estadual, Alexandre Baldy, ainda irá se posicionar sobre as exonerações dos dois irmãos (Adriano Baldy, no governo; e Joel Sant’Anna, na Assembleia). “Hoje ainda estou refletindo sobre todo o ocorrido para poder me manifestar a respeito”, disse apenas.

Vale lembrar, na terça-feira (26), o governador Ronaldo Caiado (DEM) exonerou Adriano Baldy da secretaria de Cultura. No mesmo dia, o presidente da Assembleia Legislativa, Lissauer Vieira (PSB), exonerou Joel da diretoria da Casa de Leis.

Lissauer disse ao Mais Goiás que a exoneração já estava programada e não teve qualquer relação com a saúde de Adriano da pasta de cultura. “Coincidência.” Segundo ele, também foi retaliação.

A última parte da fala do presidente da Assembleia tem relação com informações de bastidores. Segundo fontes, nos dois casos, as exonerações teriam se dado após entrevista de Alexandre Baldy ao Popular, pedindo que Caiado se posicionasse a favor do candidato à presidência da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP).

A informação é que o governador teria ficado irritado com a cobrança pública feita por Baldy.

Atualmente, o Progressistas tem atuado com a base do governador Ronaldo Caiado, na Assembleia. Entre os deputados, a sigla conta com Coronel Adaílton e Rafael Gouveia.

Na última segunda-feira (25), Baldy afirmou ao Mais Goiás que estava satisfeito com o governador pelo apoio e não tinha “nada a reclamar” do democrata.