Bebê de nove meses é resgatada no lixo em ponto de drogas localizado em Goiânia

Mãe da bebê está grávida e já tem outros três filhos

Bebê de nove meses é resgatada em meio ao lixo de ponto de drogas, em Goiânia
Bebê de nove meses é resgatada em meio ao lixo de ponto de drogas, em Goiânia (Foto: Divulgação/Conselho Tutelar)

O Conselho Tutelar resgatou, na quarta-feira (8), uma bebê de nove meses que estava em um ponto de drogas, em Goiânia. O conselheiro Carlos Junior revelou que, quando foi ao local (um prédio abandonado), encontrou a menina a engatinhar no meio do lixo enquanto a mãe dormia com o namorado.

Segundo o Conselho Tutelar, a mulher tem mais três filhos e está grávida de 8 meses. Uma das crianças está sob os cuidados do pai e as outras duas com a avó materna. O conselho informou que recebeu a denúncia em junho. Desde então a mulher é monitorada. Mas, sempre que a equipe chegava ao local, ela conseguia fugir e se esconder.

A bebê foi encaminhada para um abrigo do município, onde vai receber cuidados médicos. O caso está sob a jurisdição do Juizado da Infância e da Juventude. A reportagem entrou em contato com a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) para apurar se a situação será investigada pela Polícia Civil e aguarda retorno.

Prédio abandonado

A criança foi resgatada em um prédio abandonado onde funcionava a Secretaria de Estado da Educação (Seduce), localizado na avenida Anhanguera. “Lá tem vários usuários de drogas. A criança estava no meio do lixo. Uma situação totalmente insalubre onde não tem a possibilidade de cuidar de uma criança”, conta Carlos.

O Mais Goiás entrou em contato com a Secretaria de Estado da Educação para apurar sobre o prédio abandonado. Segundo a pasta, o local era alugado e a secretaria deixou o prédio há dois anos, em julho de 2019.

*Com informações do G1