Apitou começou

Quem vai brilhar?

Clubes da capital investem em atacantes

Dellatorre e Matheuzinho são contratações de Atlético-GO e Vila Nova
Dellatorre e Matheuzinho são contratações de Atlético-GO e Vila Nova. Foto: Divulgação - Atlético-GO e Douglas Monteiro - Vila Nova

Comparações são inevitáveis quando se trata de futebol de alto nível como prometem Goiás, Vila Nova e Atlético para o Campeonato Goiano de 2022. Na verdade, o certame estadual será apenas um termômetro no sentido de avaliar as condições de cada um para as competições importantes que terão pela frente, começando pela Copa do Brasil, com início previsto para o dia 23 de fevereiro e depois o Campeonato Brasileiro em suas respectivas divisões.

Temporada promissora, pois todos estão se mexendo e investiram em goleadores. O Vila Nova, com menor poder financeiro, partiu para a criatividade e buscou ajuda da torcida de uma forma inteligente e rápida. A promoção “Manto da Virada” foi um sucesso, com a venda de 1000 camisas em pouco mais de uma semana. Tacada dupla, pois o bom resultado da promoção viabilizou a contratação de um jogador, conforme tinha prometido a diretoria. Chegou o atacante Matheuzinho, ex-xodó da torcida do Atlético.

No Goiás, a maior novidade até agora fica por conta do atacante Vinícius, um dos destaques do Náutico na Série B. O Atlético trabalha no sentido de repor peças e a maior promessa de gols é Dellatorre, artilheiro do CSA na última temporada. Com tantos artilheiros em campo, dá pra apostar em um campeonato de muitos gols. Difícil é apostar em quem será o melhor.