Energia Goiás

Enel dá 10 dicas para consumir menos energia nos meses de alta temperatura

Distribuidora de energia alerta para o aumento de gasto de eletricidade nesta época do ano

Veja dicas da Enel para consumir menos energia (Foto: Pexels)
Veja dicas da Enel para consumir menos energia (Foto: Pexels)

A Enel reuniu dez dicas para ajudar o goiano a consumir energia de forma mais consciente e gastar menos no fim do mês, já que a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) decidiu colocar em vigor a bandeira vermelha patamar dois – que é a mais cara das tarifas extras.

Marcos Aurélio Silva, responsável pelo faturamento na Enel, diz que existe a tendência de se consumir mais energia em períodos de seca e de altas temperaturas, como o que o Estado começou a enfrentar. “No fim de julho, as temperaturas já começam a subir e mesmo sem mudar a nossa rotina, aumentamos o consumo, uma vez que os aparelhos refrigeradores, como geladeira, freezer e bebedouros, naturalmente consomem mais. Sem falar que ligamos mais os equipamentos como ar condicionado e ventilador”.

Além do tempo seco, o que também contribui para o consumo maior de energia no momento são as medidas restritivas que decorrem da pandemia de covid-19. “Quando ficamos mais tempo em casa, naturalmente temos um aumento no consumo de energia, pois abrimos a geladeira mais vezes, estamos usamos computadores para estudar ou trabalhar, além de equipamentos como TVs, ventiladores e ar-condicionado por mais tempo”, afirma Marcos

A Enel diz que, para economizar energia, os clientes devem adotar novos hábitos de consumo que ajudam a diminuir o valor da conta de energia. Medidas simples, como reduzir a temperatura do chuveiro, evitar usar o micro-ondas para descongelar alimentos e abrir a geladeira com menor frequência, podem impactar significativamente no valor da conta.

“Também é importante verificar as instalações internas da residência periodicamente, pois instalações antigas, com fios velhos ou muitas emendas, causam desperdício de energia e podem até causar incêndios”, alerta Marcos.

Confira as dicas da Enel:

– Evite exigir do ar condicionado temperaturas muito baixas, como 18ºC. Essa temperatura pode nunca ser alcançada pelo equipamento e vai fazê-lo funcionar em potência máxima o tempo todo, gastando muita energia.

– Tome banhos curtos. Nos dias mais quentes, use o chuveiro na posição morno ou verão. Essa medida pode trazer economia de cerca de 30% na conta de luz. Outra sugestão é programar o banho para as horas mais quentes do dia.

– Aproveite a luz natural e abra as janelas e cortinas durante o dia, melhorando
a ventilação do ambiente e diminuindo o uso de lâmpadas.

– Troque lâmpadas incandescentes por fluorescentes ou LED, que consomem de 60% a 80% menos energia. Outra vantagem da lâmpada LED é a de esquentar menos o ambiente, o que reduz o uso de sistemas de ar condicionado.

– Não abra a porta da geladeira sem necessidade e, caso abra, não deixe a porta aberta por muito tempo. Sempre verifique a borracha. Problemas na vedação aumentam o consumo de energia.

– Utilize a capacidade máxima das máquinas de lavar e secar.

– Desligue ou tire da tomada os eletrodomésticos que não estiverem em uso e evite deixá-los em modo stand-by.

– Evite deixar a TV ligada se ninguém estiver assistindo.

– Instalações elétricas com defeito ou antigas podem causar fuga de energia. É importante sempre pedir avaliação de um eletricista.

– Desligue o computador sempre que ele não for usado por mais de duas horas.