FolhaPress

Bolsonaro não irá mais apoiar Rodrigo Pacheco no Senado, dizem parlamentares

O prestígio de Alcolumbre com Bolsonaro também será posto à prova após a derrota do irmão, Josiel, em Macapá neste domingo (20)

Jair Bolsonaro fez chegar a ouvidos de parlamentares que não pretende mais apoiar a candidatura de Rodrigo Pacheco (DEM-MG) na sucessão de Davi Alcolumbre (DEM-AP) no Senado. Aliados se queixaram da atuação dele na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara, em 2017, quando Michel Temer ficou a um fio de perder o cargo.

O prestígio de Alcolumbre com Bolsonaro também será posto à prova após a derrota do irmão, Josiel, em Macapá neste domingo (20), apostam parlamentares. Atendendo a Alcolumbre, o presidente gravou um vídeo pedindo votos no candidato, o que selou um novo fracasso de Bolsonaro nas urnas.