Brasil domina Romênia e fica próximo das quartas de final

Apesar da expulsão de Duda, a estrela do time, o Brasil venceu a Romênia nesta segunda-feira por 26 a 13

Após surpreender e derrotar a atual bicampeã olímpica Noruega na partida de estreia, a Seleção Brasileira feminina de handebol deu mais um passo rumo às quartas de final dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Em uma lotada Arena do Futuro, o time da casa dominou a Romênia durante todo o confronto, venceu por 26 a 13, e ficou bem próximo de garantir uma das quatro vagas às quartas de final.

De quebra, as comandadas do técnico dinamarquês Morten Soubak se vingaram da equipe europeia, que havia eliminado as brasileiras, então campeãs, nas oitavas de final do Mundial da Dinamarca, em 2015. Com a expulsão precoce de Duda Amorim, coube a central a Ana Paula Belo a liderar a Seleção diante das romenas.

Em uma tarde inspirada, a central e armadora marcou oito gols, ajudando as mandantes a liderar o placar de ponta a ponta na partida. A ponta direita Alexandra Martinez também merece destaque, uma vez que balançou as redes adversárias quatro vezes. Pelo lado romeno, Cristina Naegu, eleita a melhor jogadora do mundo, foi bem marcada pelas brasileiras, mas mesmo assim foi a que mais deu trabalho, anotando seis tentos.

Líder provisório do Grupo A, com quatro pontos, o Brasil voltará à quadra na próxima quarta-feira, às 9h30 (de Brasília), contra a Espanha – uma nova vitória deverá levar a Seleção às quartas de final. Já a Romênia, que já havia perdido na estreia para Angola, buscará se recuperar diante de Montenegro, no mesmo dia, mas às 11h30.