Agência O Globo

Britney Spears ameaça processar irmã por declarações em lançamento de livro de memórias

A cantora avisou que processará Jamie Lynn caso ela siga fazendo comentários inoportunos enquanto divulga o tal livro

Britney Spears ameaça processar irmã por declarações em lançamento de livro de memórias

Britney Spears não está nada satisfeita com a notícia de que sua irmã, Jamie Lynn Spears, vai publicar um livro de memórias da família. E está mais descontente ainda com as recentes aparições da irmã na mídia, com intuito de divulgar a publicação. Segundo a BBC, a cantora avisou que processará Jamie Lynn caso ela siga fazendo comentários inoportunos enquanto divulga o tal livro. Em uma carta enviada à autora, o advogado Matthew Rosengart, que representa Britney, afirma que as memórias de sua irmã são inoportunas e que contém “alegações enganosas ou ultrajantes”.

O documento reforça que é “potencialmente ilegal” publicar histórias falsas ou fantasiosas só para vender livros. E continua: “você declarou recentemente que o livro ‘não era sobre ela’. Ela acredita em sua palavra e nós, portanto, exigimos que você pare e desista de fazer referência depreciativa a Britney durante sua campanha promocional. Se você não fizer isso ou difamá-la, Britney será forçada a considerar e tomar todas as medidas legais apropriadas”.

A briga entre as irmãs tomou maiores proporções desde que Jamie Lynn foi ao programa “Good Morning America”, na semana passada, para promover seu livro, “Things I should have said”, ou “Coisas que eu deveria ter dito”, em português. De acordo com a emissora ABC, em seu livro, Jamie Lynn diz que foi a maior apoiadora da irmã e que “tomou medidas” para encerrar a tutela do pai sobre a cantora, embora também tenha classificado a mesma como “errática” e “paranóica”.