Caçada a Lázaro entra no 19º dia com buscas mata adentro na BR-070

Um morador afirma ter visto Lázaro em uma bicicleta, entrando numa mata da região

Foto: Reprodução

A caçada por Lázaro Barbosa de Sousa, de 32 anos, suspeito de ter matado quatro pessoas de uma mesma família em Ceilândia (DF), entrou em seu 19º dia neste domingo (27). As equipes policiais iniciaram o dia de buscas numa mata próxima à BR-070, em Girassol, após um morador afirmar ter visto o fugitivo.

À TV Anhanguera, o morador contou que estava a caminho da casa de sua irmã quando viu Lázaro por volta das 7h em Girassol, distrito de Cocalzinho de Goiás. De acordo com o relato, o criminoso trajava branco e estava em uma bicicleta quando entrou na mata da região.

“Ele vinha de boa, quando ele me viu, a uma distância de uns 300 metros, ele virou o cão. Eu desci da bicicleta, vim andando e não vi mais nada. Ele está na mata, escondido. Eu acho que era o Lázaro”, afirmou o morador.

Cerca de 270 policiais participam da caçada por Lázaro. As equipes usam cães farejadores, drones e até helicópteros. Além da chacina cometida no Incra 9, em Ceilândia, Lázaro também é suspeito de ao menos sete outros crimes como duplo homicídio, latrocínio, roubo e estupro. Na última quinta-feira (24), duas pessoas foram presas em flagrante suspeitas de ajudar o fugitivo.

Na última sexta-feira (25), o suspeito teria ido até uma panificadora, por volta das 20h30, em Girassol.