Cadela tem parte da língua cortada em Pires do Rio

Dono diz que estava viajando quando agressão ocorreu; animal sobreviveu.

Uma cadela teve parte da língua cortada em Pires do Rio, no sudeste de Goiás. O dono do animal, Rubens Machado da Silva, afirma que estava viajando quando aconteceu a agressão e só percebeu que havia algo errado quando o cão demonstrou dificuldade em se alimentar e beber água.

Rubens conta que ao retornar da viagem, no fim de julho, percebeu que a cachorra, chamada Pitchuca, estava magra e triste. Para ajudar o cão a se hidratar, o dono utilizou uma seringua para conseguir colocar água na boca do animal.

Como os ferimentos não foram tratados no dia em que ocorreram, devido à ausência do dono, a lesão necrosou, sendo necessário amputar parte do órgão. Após ser atendida, a cadela passa bem.

O responsável pelos maus-tratos ainda não foi identificado.