Caiado anuncia ações emergenciais após abertura de cratera na GO-118

Segundo o governador, uma rodovia municipal que liga Colinas do Sul a Cavalcante será usada ao mesmo tempo em que passará por melhorias

Caiado anuncia ações emergenciais após abertura de cratera na GO-118
Segundo o governador, uma rodovia municipal que liga Colinas do sul a Cavalcante será usada ao mesmo tempo em que passará por melhorias (Foto: Divulgação)

Depois de visitar, na tarde desta segunda-feira (27), o trecho da GO-118 onde uma cratera se abriu por conta de um deslizamento de aterro, o governador Ronaldo Caiado (DEM) determinou a disponibilização de barcos para famílias que ficaram represadas pela cheia do rio da região. Além disso, o governador informou que uma rodovia municipal que liga Colinas do sul a Cavalcante será usada ao mesmo tempo em que passará por melhorias.

Em entrevista no local da vistoria, feita ao lado do presidente da Agência Goiana de Infraestrutura e Transporte (Goinfra), Pedro Sales, Caiado disse que já determinou ao Corpo de Bombeiros o destaque de três embarcações para Monte Alegre para atendimento das famílias que ficaram isoladas após a cheia do rio Paranã, como também para os moradores de Cavalcante, que contarão com outros três barcos.

“Neste primeiro momento, vamos chegar com as cestas básicas e ao mesmo tempo com todo aparato do Corpo de Bombeiros pra fazer atenção a toda essa população”, informou.

Conforme Caiado, a região onde ocorreu o deslizamento está intrafegável e ficará bloqueada. Um desvio na região está descartado. Por isso, o governador disse que uma área de manobra será feita para que os caminhões retornem para Alto Paraíso e de lá para Colinas do Sul. Lá, deverão pegar uma rodovia municipal que vai até Cavalcante, que dará “melhor trafegabilidade” à região.

Trecho com cratera na GO-118 (Foto: Divulgação)

Reparos na GO-118 devem começar com diminuição das chuvas

Já o presidente da Goinfra, Pedro Sales, que também participou da vistoria de hoje, informou que os reparos no trecho da GO-118 já foram contratados. No entanto, as obras devem começar somente com a diminuição das chuvas.

“Os reparos já estão contratados. A empresa que tem a regional aqui já esta com maquinário em Alto Paraíso. Aqui, o início imediato só aguardará as condições climáticas favoráveis para o trabalho”, adiantou.

Ainda segundo Sales, o governador já determinou que órgãos como o Corpo de Bombeiros, a OVG e a Secretaria de Desenvolvimento Social de Goiás (Seds) se mantenham em contato com as prefeituras dos municípios afetados, para que recebem a devida assistência.