Caiado anuncia que vai quitar dívidas da edição 2018 do FICA e busca parceria para o festival deste ano

Governador falou durante solenidade de transferência da capital, na cidade de Goiás

O governador Ronaldo Caiado (Dem) se pronunciou em solenidade de transferência da capital para Cidade de Goiás a respeito do Festival Internacional de Cinema Ambiental (FICA). De acordo com publicação em rede social do secretário de Cultura (Secult), Edival Lourenço, Caiado anunciou o pagamento da dívida de R$ 338 mil relativo à premiação da edição de 2018 e afirmou buscar parcerias, inclusive com o governo federal, para realização do festival este ano. O evento ocorreu nesta quinta-feira (25).

A dívida da edição do ano passado está em aberto. De acordo com o Instituto de Desenvolvimento Econômico e Socioambiental (IDESA), parceiros na execução do Fica, os débitos chegam a R$ 1.116.600.

Diante da incerteza da realização do evento este ano, artista e produtores locais afirmaram que o festival seria realizado de forma independente. Com abertura marcada para 6 de setembro,  a programação foi pensada para durar dois meses, conforme noticiado pelo Mais Goiás.

“Sabemos da importância do FICA e de sua representatividade”, diz o titular da pasta. “A Secretaria de Cultura de Goiás em nenhum momento deixou e nem deixará de se esforçar para resolver este e outros problemas na área”, completa Edival.

 

 

Ver essa foto no Instagram

 

SOBRE O FICA O governador @ronaldocaiado acabou de anunciar na cidade de Goiás, durante a solenidade de transferência da capital: vamos pagar a premiação de R$ 388 mil do Festival de Vídeo e Cinema Ambiental (Fica) do ano passado. A dívida está em aberto, assim como outros valores não pagos de 2018. Faremos isso até para resgatar o nome de Goiás. Sobre um novo festival, estamos buscando parcerias para realização, inclusive junto ao Governo Federal. Sabemos da importância do Fica e de sua representatividade, mas não deixaremos de agir com responsabilidade. A Secretaria de Cultura de Goiás (@secultgoias) em nenhum momento deixou e nem deixará de se esforçar para resolver este e outros problemas da área. #Fica #CinemaAmbiental #Audiovisual #Cultura #MeioAmbiente #SecultGoiás #GovernoDeGoiás #SomosTodosGoiás

Uma publicação compartilhada por Edival Lourenço (@edivallourenco) em

*Larissa Lopes é integrante do programa de estágio do convênio entre Ciee e Mais Goiás, sob orientação de Hugo Oliveira