Caiado promove 9 alterações no 1° escalão em menos de uma semana

Mudanças ocorreram por desgastes, questões eleitorais ou reorganização interna

Homem com a mão sobre a mesa
Foto do governador de Goiás, Ronaldo Caiado.

Em menos de uma semana, o governador Ronaldo Caiado (DEM) promoveu nove alterações no primeiro escalão da administração pública estadual. Algumas mudanças foram motivadas por questões eleitorais, outras por reorganização interna e há ainda auxiliares que caíram em função de denúncias.

Entenda como foram as mudanças do governo Caiado:

Desgastes

Em rota de colisão com um primo do governador Ronaldo Caiado, Jorge Caiado, o secretário de Segurança Pública, Rodney Miranda, pediu afastamento do comando da pasta. No lugar dele, assume – por enquanto – o superintendente de Combate à Corrupção e ao Crime Organizado, delegado Alexandre Lourenço.

Em áudio que vazou na última quinta-feira (4), Jorge acusa Rodney de grampear o telefone dele e de pegar R$ 1 milhão que seria do Corpo de Bombeiros. Jorge também o ataca por querer “explodir o pessoal” dele que está no governo.

A Polícia Civil já instaurou inquérito para apurar as denúncias feitas pelo primo do governador. A Segurança Pública diz que vai pedir ao Ministério Público e à Controladoria-Geral do Estado para acompanhar a investigação.

Carlinhos Cachoeira

Após desgastes envolvendo a venda de áreas no Distrito Agroindustrial de Anápolis (Daia) para a construção de um shopping, cuja cessão havia sido obtida pela empresa ETS, de Matheus Henrique Aprígio Ramos, filho do empresário Carlinhos Cachoeira, Marcos Cabral deixou o cargo de presidente da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Goiás (Codego).

Cabral foi deslocado para o setor de articulação política do governo estadual. Ele será assessor Especial da Governadoria. O empresário Hugo Goldfeld assume o cargo dele.

Reorganização interna

Não se sabe por que, mas Adriano da Rocha Lima deixou a Secretaria Estadual de Desenvolvimento e Inovação (Sedi). Ele assume o cargo de secretário-chefe geral da Governadoria a convite do governador Ronaldo Caiado (DEM), no lugar de Fábio Cidreira Cammarota, que deixou o governo. O novo titular da Sedi é Márcio César Pereira, que era subsecretário de Ciência, Tecnologia e Inovação.

Sofia Bezerro Coelho da Rocha Lima é a nova presidente da Agência Brasil Central (ABC). Ela substitui José Roberto Borges da Rocha Leão. Sofia é esposa do secretário-chefe geral da Governadoria, Adriano Rocha Lima que é primo do governador.

Calendário eleitoral

Em respeito ao prazo para desincompatibilização previsto no calendário eleitoral, alguns nomes do governo estadual deixaram os cargos disputar eleições para prefeito.

Vanusa Valadares deixou a presidência da Ceasa. Ela será candidata a prefeita de Porangatu. O esposo dela, Eronildo Valadares assumiu o cargo. Na Agência Goiana de Habitação (Agehab), Eurípedes do Carmo disputará eleições em Bela Vista.

Paulo Vitor Avelar deixou a chefia de gabinete de Caiado. No lugar dele assumiu Alex Godinho, que ocupava o cargo de assessor especial. Paulo Vitor deve se candidatar a prefeito em Jaraguá.

Wilder Morais deixou o cargo de secretário de Indústria e Comércio e, no lugar dele, assumiu o Subsecretário de Atração de Investimentos e Negócios, Adonídio Neto.