Caldas Novas fala “redução de contaminações” por Covid-19 e flexibiliza restrições

Novo decreto de Caldas Novas amplia o horário de funcionamento e capacidade ocupação para estabelecimentos da região

Caldas Novas fala
Segundo o prefeito Kleber Marra, Caldas Novas registrou redução de casos de Covid-19 (Foto: Secom)

A Prefeitura de Caldas Novas publicou, na última terça-feira (31), decreto que flexibiliza as medidas de restrição no combate à Covid-19. O governo municipal justifica o relaxamento das medidas e diz ter havido uma “redução no número de contaminações e de ocupações de leitos clínicos e o avanço da vacinação contra a Covid-19” na região. Entre as principais mudanças em relação ao último decreto está o aumento da capacidade e do horário de funcionamento para estabelecimentos comerciais.

O decreto anterior endurecia as restrições em Caldas Novas devido ao aumento de casos de coronavírus no município e vigorou até ontem, quando um novo documento foi publicado. O novo decreto tem prazo indeterminado de duração e permite que bares, lanchonetes, restaurantes, distribuidoras de bebidas e similares atuem com 75% de ocupação, das 6h às 3h. O decreto anterior estabelecia horário de funcionamento até meia-noite, com 50% da capacidade.

Já as apresentações artísticas poderão acontecer desde que sigam “fielmente os protocolos estabelecidos pela Vigilância Sanitária para cada local específico”. Hotéis, pousadas, flats e congêneres destinados à hospedagem temporária também poderão aplicar sua capacidade ocupação de 50% para 75%. No entanto, as áreas comuns, parques aquáticos, saunas, academias, salas de TV e salão de jogos desses locais só podem atuar apenas com 50% de ocupação.

Convenções e simpósios liberados

Supermercados, mercearias, frutarias, açougues, verdurões, padarias, confeitarias e similares, podem funcionar 24 horas, com capacidade máxima de ocupação de 70%. A Feira do Luar poderá funcionar das 18h às 23h59min e as feiras livres, às quartas e domingos, das 06h às 12h e às sextas e sábados, das 18h às 23h59min. Também ficam liberados congressos, simpósios, convenções e similares em auditórios com ampla circulação de ar e com capacidade máxima de 75% de pessoas.

Quanto aos templos e locais religiosos, esses poderão funcionar das 6h às 23h, restringindo-se a capacidade de público à 75% dentro do recinto e nas áreas externas. A Prefeitura de Caldas Novas observou que a fiscalização do cumprimento das medidas de combate à Covid-19 continuam na cidade.

Caldas Novas alega redução de casos

Como justificativa para a flexibilização das medidas sanitárias restritivas na cidade, a Prefeitura de Caldas Novas expôs números que indicam uma tendência de redução de casos de Covid-19 na região. Conforme o órgão, os casos ativos da doença do Sars-CoV-2 caíram 26% do dia 10 ao dia 31 de agosto (de 732 para 543).

Além disso, segundo a prefeitura, a taxa de ocupação de leitos de UTI públicos era de 100 e dos leitos particulares de 83% no dia 10 de agosto. No dia 31, a taxa para leitos públicos era de 80% e particulares, 33%.