FolhaPress

Cancelamento de show de Zé Neto e Cristiano revolta fãs; polícia escolta ônibus

A ausência dos músicos se deu pelo fato de Zé Neto ter ido ao hospital por causa de uma forte sinusite que deixou seu rosto inchado

Cancelamento de show de Zé Neto e Cristiano revolta fãs; polícia escolta ônibus
Foto: Divulgação

O cancelamento de um show da dupla Zé Neto e Cristiano na noite desta quinta-feira (28) fez baixar até a polícia no local da apresentação. Isso porque o público já estava todo dentro do Espaço de Eventos da cidade de João Monlevade (MG) e ficou revoltado por só saber que não haveria mais nada três horas depois do horário de início da apresentação.

A Polícia Militar fez a escolta do ônibus da dupla para que pudesse sair de lá em segurança. Em nota, a PM diz que “realizou a escolta do ônibus da equipe da dupla em caráter preventivo, caso houvesse alguma intercorrência em função do cancelamento do show”.

A ausência dos músicos se deu pelo fato de Zé Neto ter ido ao hospital por causa de uma forte sinusite que deixou seu rosto inchado. Porém, o comunicado só foi postado na página oficial deles às 23h. O evento, que tinha shows de abertura, começou às 20h.

Na nota, o sertanejo disse que foi diagnosticado com sinusite, o que causou uma inflamação aguda na sua face. O cantor foi atendido e realizou o procedimento no Hospital de Base de São José do Rio Preto. De acordo com trecho do comunicado, o artista já estaria liberado para seguir com a agenda de shows. Ainda não havia uma nova data para a apresentação no Espaço de Eventos de João Monlevade.

Na manhã desta sexta (29), Zé Neto fez vídeos em sua rede social para agradecer pelo carinho e pela preocupação. Ele aproveitou para dar mais detalhes de como está sua saúde após o incidente da noite anterior.

“Bom dia, meu povo. Hoje acordei bem melhor, graças a Deus, também [olha só] uma paulada de remédio aqui. Agradecer desde já a toda galera de João Monlevade, pelo carinho, pela compreensão. Logo logo estaremos aí”, disse.