Casal é preso por suspeita de homicídio motivado por vingança em Anápolis

Segundo a Polícia Civil, o crime teria ocorrido por vingança, já que Dioney Apolônio era suspeito de participação no homicídio de Wesley Diniz, que era familiar do casal

Casal foi preso no pedágio de Goianápolis na BR-153. (Foto: Divulgação/GIH)
Casal foi preso no pedágio de Goianápolis na BR-153. (Foto: Divulgação/GIH)

Policiais do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) prenderam um casal que é apontado como autor do homicídio contra Dioney Apolônio Palazzo Ferreira, de 36 anos. O crime ocorreu em 30 de setembro de 2021 numa casa noturna no setor Calixtolândia, em Anápolis. De acordo com a Polícia Civil, o homicídio foi praticado por vingança. A prisão do casal aconteceu na noite de terça-feira (23) na BR-153.

Conforme investigado pela Polícia Civil, o crime teria ocorrido por vingança, já que Dioney Apolônio era suspeito de participação no homicídio de Wesley Diniz Pereira, que era familiar do casal (irmão do suspeito e cunhado da suspeita).

Wesley foi morto com golpes de faca na noite do dia 19 de setembro em uma briga, próximo a distribuidora de bebidas no Setor Eldorado.

Crime e localização do casal

Segundo a Polícia Civil, o casal monitorou os passos de Dioney no dia do crime e o seguiu até a casa noturna no setor Calixtolândia. Imagens de câmeras de segurança mostram o momento em que o autor adentra o estabelecimento e foge instantes após atirar diversas vezes contra Dioney.

Após o fato, o autor deixa o local às pressas e entra no carro da família, um veículo Fiat Palio de cor branca dirigido por sua esposa e também suspeito, a qual aguardava na esquina.

De acordo com o GIH, o suspeito que tem as inciais P. J, possui antecedentes criminais por roubo, porte ilegal de arma, tráfico de drogas e homicídio. Já a mulher, E. D, tem passagens por lesão corporal.

O casal foi capturado na Rodovia BR-153, altura do pedágio em Goianápolis (GO), a bordo do veículo utilizado no crime. Durante a busca veicular, segundo a Polícia Civil, um revólver calibre 38 foi localizado, motivo pelo qual também foram autuados em flagrante por porte ilegal de arma de fogo.

O casal se encontra recolhido no presídio local, à disposição da justiça.