Case do Setor Vera Cruz registra segunda morte de reeducando em menos de cinco dias

Segundo informações preliminares da Seds, menor foi encontrado, por um colega de cela, enforcado e perfurado por uma chave de fenda

Um jovem de 18 anos foi encontrado morto dentro do Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) do Conjunto Vera Cruz, em Goiânia, na manhã desta terça-feira (11). Essa é a segunda morte no local em menos de uma semana. A suspeita é de que Bruno Victor Vicente de Alcântara, segundo nota da Secretaria de Desenvolvimento Social (Seds), tenha sido morto por outro interno, L.S.N.C., de 17 anos.

O crime ocorreu na Ala II do prédio e, de acordo com levantamento da Seds, vítima e suposto autor não tinham histórico de conflitos. A situação é acompanhada por uma equipe do Grupo Executivo de Apoio à Criança e Adolescente. O suspeito será será encaminhado para a Delegacia Estadual de Apuração de Atos Infracionais (Depai), que ficará a cargo das investigações.

Segunda Morte

No último dia 6, um adolescente de 17 anos foi apreendido após confessar que matou o interno C.E.O.S, de 15 anos. De acordo com a Seds, o menor foi encontrado enforcado com um lençol no banheiro do alojamento. Inicialmente, o interno negou a autoria do crime, mas apresentou agitação na presença dos policiais. Os detentos estavam apenas há quatro dias na unidade e que não havia histórico de brigas ou rixas entre os dois.

Ao delegado da Depai, Luiz Gonzaga Júnior, o menor confessou que agiu a mando de outro detento, de 16 anos, que também foi apreendido. Ele reforçou o titular da delegacia que o crime foi motivado por uma rixa entre o mandante e a vítima. O adolescente ainda afirmou que foi o próprio mandante que lhe deu a corda para execução do crime. Ambos foram recambiados ao juizado.

Aguarde mais informações!

*Atualizada às 12h06