Cavalo que teve pata amputada após acidente ganha prótese em Jataí

Desde então, Pé de Pano ganhou um novo lar na zona rural de Jataí e vive longe dos maus-tratos das ruas

Cavalo que teve pata amputada após acidente ganha prótese em Jataí
Cavalo que teve pata amputada após acidente ganha prótese em Jataí (Foto: Reprodução - Redes Sociais)

Sete meses depois de ter uma das patas dianteiras amputada em função de um atropelamento, o cavalo que ganhou o nome de “Pé de pano” e que vive em Jataí ganhou uma prótese. A boa ação foi coordenada por uma médica veterinária que viu o animal minutos depois do acidente. Com apoio de colegas, ela realizou uma arriscada cirurgia de amputação do membro e preparou o cavalo para seguir a vida com o máximo de autonomia possível.

Desde então, Pé de Pano vive em uma propriedade rural em Jataí, longe dos maus-tratos das ruas. Ele é extremamente dócil e amado pela pecuarista Rosana Carvalho, que o adotou. “Ele é tipo um cachorrinho pra mim. Mais cachorro que cavalo, um xodó”, diz Rosana.

Desde o acidente, Pé de Pano ganhou um novo lar na zona rural de Jataí e vive longe dos maus-tratos das ruas (Foto: Reprodução – Redes Sociais)

A missão de construir uma prótese que simulasse a pata do cavalo ficou a cargo de estudantes de uma Universidade de Medicina Veterinária de Jataí. A boa notícia é que ele poderá voltar a correr.

Segundo o estudante de veterinária Sérgio Carvalho, entregar a prótese ao animal e assiti-lo ganhar uma nova chance ao lado da adotante é ‘muito gratificante’. O grupo desenvolveu a prótese sob medida para o animal e a produziu em uma impressora 3D.

Durante as proximas semanas, Pé de Pano deverá passar pelo processo de adaptação à protese. Até que, em breve, ele volte a galopar.

Cavalo que teve pata amputada após acidente ganha prótese em Jataí

Durante as proximas semanas, Pé de Pano deverá passar pelo processo de adaptação à protese. Até que, em breve, ele volte a galopar. (Foto: Reprodução – Redes Sociais)

Leia outras notícias no Mais Goiás

Família de Altamiro de Moura Pacheco critica mudança de nome do aeroporto de Goiânia

Trio é preso suspeito de assaltar residência após atrair vítima para compra de colar em Abadia

Incêndio atinge depósito de reciclagem repleto de materiais inflamáveis, em Aparecida

Motos estão em 73% dos acidentes de trânsito com vítimas fatais em Aparecida

*Larissa Feitosa compõe programa de estágio do Mais Goiás sob supervisão de Hugo Oliveira.

*Entrevistas concedidas ao G1