FolhaPress

Colisão entre trens deixa 32 mortos e dezenas de feridos no Egito

Jornais locais afirmam que acidente foi acusado após freios de emergência serem acionados por "indivíduos desconhecidos"

Colisão entre trens deixa 32 mortos e dezenas de feridos no Egito
Colisão entre trens deixa 32 mortos e dezenas de feridos no Egito (Foto: reprodução/ redes sociais)

A colisão entre dois trens deixou dezenas de mortos e feridos na manhã de desta sexta-feira (26) na aldeia de Al-Sawamiya, na cidade de Sohag, no sul do Egito. O Ministério da Saúde do país informou através de comunicado que, até o momento, ao menos “32 cidadãos morreram e 66 ficaram feridos na colisão”.

Segundo a Aljazeera, a autoridade ferroviária do Egito disse que a colisão entre os dois trens aconteceu depois que os freios de emergência foram acionados por “indivíduos desconhecidos”. O acionamento teria feito com que um dos trens parasse e o outro colidisse atrás dele, provocando o descarrilamento de composições.

“Os trens colidiram enquanto andavam em velocidades não muito altas, o que levou à destruição de dois vagões e ao capotamento de um terceiro”, disse uma fonte de segurança à agência de notícias Reuters.

Autoridades de saúde deslocaram 36 ambulâncias para o local do acidente para auxiliar no resgate dos feridos, que foram levados para unidades de saúdes da região.

“O número de feridos ultrapassou dezenas até agora, e eles foram transferidos para o Hospital Maragha, Hospital Tahta e Hospital Sohag”, disse uma fonte ao site cairo24.

O Ministério Público anunciou que ordenou a abertura de uma investigação para apurar as circunstâncias do acidente.

De acordo com os números oficiais, ocorreram 1.793 acidentes de trem em todo o país, somente em 2017.

 

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Mais Goiás (@maisgoias)