Com a ajuda da chuva, incêndio na Chapada dos Veadeiros é extinto

Sobrevoo deve ser feito na região para verificar se algum outro foco surgiu e para fazer uma nova avaliação da destruição

Com a ajuda da chuva, incêndio na Chapada dos Veadeiros é extinto
Área atingida por incêndio na Chapada dos Veadeiros aumentou de 23 para 36 mil hectares em dois dias - (Foto: divulgação - Polícia Civil)

Depois de duas semanas o incêndio que atingia a Chapada dos Veadeiros foi apagado. De acordo com o Corpo de Bombeiros, o fogo destruiu 36 mil hectares e foi extinto com a ajuda da chuva que caiu na região nesta sexta-feira (24). A chuva caiu na região do Encontro das Águas, próximo de São Jorge, em Alto Paraíso de Goiás.

O coordenador de prevenção e combate a incêndios do Instituto Chico Mendes de Preservação da Biodiversidade (ICMBio), João Morita, disse ao G1 que boa parte dos focos já haviam sido controlados. Apesar disso, um sobrevoo deve ser feito na região para verificar se algum outro foco surgiu e para fazer uma nova avaliação da destruição.

“A chuva ajudou a extinguir o restante das chamas. O incêndio foi extinto”, disse o coordenador.

Polícia Civil identifica três suspeitos de iniciar incêndio

A Polícia Civil de Goiás (PC-GO) identificou três suspeitos de terem iniciado incêndio na Chapada dos Veadeiros, no nordeste do Estado, nesta sexta-feira (24). Os supostos autores deverão ser indiciados nos próximos dias. Outros cinco inquéritos foram instaurados para investigar a participação de mais envolvidos no crime ambiental.

Segundo as investigações três inquéritos já possuem autoria e materialidade definidas. Os dois primeiros casos, seriam dolosos e o terceiro seria culposo.

Os autores responderão por crimes ambientais e por incolumidade pública, por causa dos danos na região e colocar em risco a segurança das pessoas que vivem na região. Os nomes dos investigados não foram divulgados.

Com informações de G1