Contra o Palmeiras, Atlético Goianiense tenta chegar em fase inédita na Copinha

Rubro-negro igualou melhor participação do torneio, que é a terceira fase, e busca um lugar nas oitavas

Rogério Corrêa no Atlético Goianiense
Treinador é o segundo a chegar com o clube na terceira fase da Copinha. Foto: Rogério Farina - ACG

O Atlético Goianiense eliminou o Água Santa na manhã desta última quinta-feira (13) e avançou para a terceira fase da Copinha. O rubro-negro igualou sua melhor campanha dentro da competição, assim como em 2020 sob o comando de Raphael Miranda, naquela oportunidade acabou sendo eliminado pelo Botafogo-SP, nas penalidades.

Agora, o Dragão tem o Palmeiras pela frente para tentar fazer história. O duelo contra o time paulista acontece neste sábado (15), às 11h (horário de Brasília), no Estádio Municipal José Batista Pereira Fernandes, em Diadema-SP, que foi onde o Alviverde realizou todos os seus jogos, e onde o Atlético Goianiense eliminou o Água Santa.

“Nós igualamos a campanha, mas fizemos a melhor pontuação do clube na Copinha. É um feito legal, mostra a dedicação e comprometimento que os meninos estão tendo na competição, e esperamos jogo a jogo para buscar as nossas classificações nas próximas fases”, destacou o treinador do Atlético Goianiense Sub-20, Rogério Corrêa, ao Mais Goiás.

Além do forte ritmo de jogos na primeira fase, no mata-mata os jogos acontecem dia sim e dia não. Com a final precisando ser realizada no dia 25 de janeiro, aniversário da cidade de São Paulo, os clubes apostam no descanso dos jogadores para tentar surpreender na competição.

“Agora temos o Palmeiras pela frente, em um espaço pequeno de tempo. Os atletas precisam descansar e comer bem, eles sabem o quanto é complicado os jogos assim, mas eu tenho certeza que eles estão preparados para isso. Vamos conversar ainda sobre a estratégia e definir o nosso plano de jogo”, completou Rogério Corrêa, ao Mais Goiás.