Contra rivais da parte de baixo, Atlético-GO busca pontos para fugir de perto do Z4

O Atlético-GO ocupa a 15ª colocação, com 41 pontos e está a 4 do Bahia, primeiro time na Zona de Rebaixamento

Jogadores do Atlético-GO perfilados antes do jogo da Série A
Jogadores do Atlético-GO perfilados antes do jogo da Série A. Foto: Bruno Corsino - ACG

O Atlético-GO segue com o jejum de vitórias na Série A e isso colocou o time próximo da Zona de Rebaixamento. Nas últimas 7 partidas, a equipe somou 3 derrotas e 4 empates. Com 41 pontos, o Dragão é o 15º colocado e está a 4 do Bahia, 17º. Agora, o Dragão terá de acionar a calculadora para se afastar do Z4 do Brasileirão.

Segundo o Departamento de Matemática da UFMG, o Atlético-GO possui 18,5% de chances de queda. Porém para reduzir esse número, o Dragão terá dois confrontos fundamentais contra equipes da parte de baixo da tabela. O primeiro já é nessa sexta-feira (26), contra a Chapecoense já rebaixada, na Arena Condá. Neste duelo, o rubro-negro aposta no bom desempenho fora de casa, o clube tem a 7ª melhor campanha como visitante, com 37,3% de aproveitamento.

Além da Chapecoense, o Dragão também terá mais um confronto direto. Na segunda-feira (29), o Dragão irá enfrentar o Bahia, primeiro time dentro do Z4, no estádio Antônio Accioly. Caso vença os dois jogos, o time poderá praticamente decretar a sua permanência na elite do futebol brasileiro, já que irá ultrapassar o número mágico de 45 pontos.

Marcelo Cabo busca primeira vitória no comando do Atlético-GO

Além de encerrar o jejum de partidas sem vencer e fugir do rebaixamento, a partida contra a Chapecoense também serve para o técnico Marcelo Cabo, que ainda não venceu no comando do Atlético-GO, são 4 partidas e 4 empates. O treinador espera poder já encerrar essa sequência ruim e voltar a trilhar o caminhos das vitórias.

“Precisamos ter tranquilidade nesse momento. Temos de analisar todos os fatores. Vamos tirar coisas boas desse jogo (Juventude), estamos vindo de dois bons jogos em casa, mas que a vitória não veio. Estamos tristes, são 4 jogos e 4 empates, mas deixamos dois concorrentes atrás de nós na tabela. Vamos agora avaliar com frieza para que possamos tomar as melhores decisões e possamos buscar essa vitória fora de casa contra a Chapecoense, que será a minha primeira vitória sobre o meu comando”, frisou o comandante.