“CPI da Petrobras é para Bolsonaro ganhar tempo”, diz líder nacional dos caminhoneiros

Wallace Landim, o Chorão, afirma que uma greve ainda é avaliada no cenário nacional para derrubar a política de preços da Petrobras, o PPI

Presidente da Abrava:
Presidente da Abrava: "CPI de Petrobras é pra Bolsonaro ganhar tempo" (Foto: Reprodução - Redes Sociais)

O presidente da Associação Brasileira de Condutores de Veículos Automotores (Abrava) e um dos líderes dos caminhoneiros responsável pela greve de 2018, Wallace Landim, conhecido como “Chorão”, disse ao Mais Goiás que a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Petrobras é manobra de Bolsonaro (PL) para ganhar tempo em ano eleitoral. Vale citar, a empresa anunciou reajuste do preço do diesel em 14,26% e da gasolina em 5,18%. Na segunda-feira, o presidente da estatal, José Mauro Coelho, renunciou após pressões do governo federal e outras ofensivas do governo federal e Câmara tiveram início, como a CPI.

Segundo Wallace, uma paralisação dos caminhoneiros no País ainda é estudada. Contudo, ele reforça que esta ocorrerá pela modificação do preço de paridade de importação (PPI), política adotada pela companhia e não pelo ICMS. Na segunda-feira (20), o presidente do Sindicato dos Transportadores Autônomos de Goiás (Sinditac-GO), Vantuir Rodrigues, informou que entidades não fariam greve, pois esta seria uma articulação de Bolsonaro, que quer pressionar o corte do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), que não é a bandeira das entidades.

“Ainda estamos tentando entender essa manobra”, diz Wallace, mas completa: “Mas estamos trabalhando na organização do cenário nacional e não vemos outra medida que não seja o governo federal retirar o PPI. O trabalhador está sofrendo. A greve pode ser feita para derrubar o PPI. O governo federal precisa ter essa coragem.”

Wallace cita que o Brasil é autossuficiente na extração do Petróleo, mas não no refino. Por isso, por causa da política de preços da Petrobras “compramos em dólar”. “E Bolsonaro tem maior do conselho da empresa e indicou o presidente. Então, CPI é narrativa para ganhar tempo. Como fazer uma comissão em cima de um presidente que ele indicou? Ele precisa ter coragem [para mudar a política de preço]”, reforça.

Indicativo da articulação do governo

Um dos indicativos de que a paralisação é manobra do governo, segundo o Sinditac-GO, é o aparecimento do caminhoneiro Zé do Trovão, que publicou vídeo nas redes sociais convocando a categoria para paralisação nacional no próximo dia 27. Bolsonarista, ele isenta completamente o presidente pela alta dos preços e afirma que somente a Petrobras é culpada.

PPI e ICMS

O PPI, que mudou a política de preços da empresa de capital misto em 2016 (governo Temer), é um sistema baseado na paridade internacional de preços dos combustíveis, conforme já explicou ao portal o economista Aurélio Troncoso, coordenador do centro de pesquisa de mestrado da UniAlfa.

Segundo Troncoso, os valores estão ligados diretamente ao câmbio (dólar) e ao barril de petróleo. E a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) faz uma média mundial de preço entre os maiores exportadores. Com isso, o Brasil compra o barril do petróleo em dólar.

Já o ICMS, que é o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços, é um tributo estadual que incide sobre produtos de diferentes tipos. Segundo Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT) trata-se da maior fonte de renda fiscal do governo.