Criança chega ao hospital com múltiplas lesões e pai é suspeito de maus-tratos

Criança precisou ser intubada e levada ao Hugol

Bombeiros socorrem bebê de seis meses com 30 lesões em todo corpo em Anápolis
Bombeiros socorrem bebê de seis meses com 30 lesões em todo corpo em Anápolis (Foto: Reprodução)

O Corpo de Bombeiros Militar (CBM) socorreu na noite desta segunda-feira (10) uma bebê de seis meses com crises convulsivas em Anápolis. No hospital, os médicos perceberam que a criança tinha 30 lesões espalhadas por todo o corpo. O pai disse que não sabia o que causou os hematomas, mas o caso foi registrado como maus-tratos e será investigado pela Polícia Civil.

O pai do bebê, 27 anos, contou aos bombeiros que a criança estava em seu colo quando ficou mole e começou a passar mal. Ele acionou os militares que levaram a menina à Unidade de Pronto Atendimento Pediátrico. Lá, os médicos encontraram as lesões e decidiram acionar a Polícia Militar (PM).

Ao Conselho Tutelar e à polícia, ele confirmou a versão que foi relatada aos bombeiros. Ele informou também não saber o que provocou tantas lesões na bebê, mas foi encaminhado à Central de Flagrantes, onde o caso foi registrado como maus-tratos. Um exame de corpo de delito também foi solicitado.

Já a menina precisou ser intubada e transferida, acompanhada da mãe, para o Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), localizado em Goiânia. A reportagem não foi informada sobre a identidade da criança. Por isso, não foi possível checar o seu estado de saúde.

Vale ressaltar que devido às lesões, o caso será investigado pela Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) de Anápolis.

Dono de clínica é esfaqueado por funcionário usuário de drogas em Anápolis; leia.