Deficiente visual é atingido com golpe de faca e morre em Anápolis; esposa é suspeita

Mulher de 67 anos não teria chamado o socorro; óbito foi constado na manhã do dia seguinte

Violência Anápolis
Delegado afirma que vítima foi atingida no sábado e por algum motivo não foi socorrida: "Sangrou até morrer" (Foto: Divulgação/GIH)

Um deficiente visual, de 54 anos, foi encontrado morto na manhã deste domingo (14), na Rua Nossa Senhora da Abadia, no Jardim Esperança, em Anápolis. A suspeita do crime é a mulher de Renildo de Brito Neto, que teria atingido a vítima com um golpe de faca no peito, na noite de sábado (13).

Ao Mais Anápolis, o delegado Luiz Carlos, do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) da polícia Civil, afirmou que o histórico do casal era conturbado. “Existem inúmeras ocorrências envolvendo eles. Viviam em briga, um lesionando o outro”, afirma.

De acordo com o delegado, a arma do crime foi localizada e tudo aponta para a esposa, de 67 anos, como autora. “Ele foi ferido e por algum motivo não foi socorrido. Eles permaneceram na residência durante todo o tempo. Ele sangrou a madrugada inteira e morreu de manhã“, explicou.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi ao local e constatou o óbito. O delegado Luiz Carlos afirmou que a suspeita foi autuada em flagrante. “Ela alega que chamou o socorro, mas não conseguiu comprovar. De manhã ela comentou com os vizinhos que ele estava ferido, por isso o Samu foi até a residência”, disse.