Dengue em Aparecida neste ano já é 25,7% maior do que em 2021 inteiro

Secretaria Municipal de Saúde registrou 10.915 novos casos da doença entre janeiro e os 13 primeiros dias de maio desse ano

Dengue dispara no país, e reagente de testes se esgota
Dengue dispara no país, e reagente de testes se esgota (Foto: Fiocruz)

Aparecida de Goiânia chegou a 10915 casos notificados de dengue somente entre janeiro e maio de 2022. Esse número é 25.70% maior do que os casos registrados durante todo o ano de 2021, quando houve 8.683. Os dados são da Secretaria Municipal de Saúde.

Os números deste ano também são maior que os registrados em 2020, em 11.37%. Naquele ano, Aparecida teve 9.800 casos notificados da doença durante os meses de janeiro a dezembro.

As autoridades de saúde ainda investigam 12 mortes em Aparecida causadas pela dengue somente neste ano. Confirmadas são quatro. Uma mais do que o registrado em todo ano de 2021 (em 2020 não houve registro de morte).

Boletim divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde (SES) aponta que em Goiás, são 73 mil casos confirmados e 34 pessoas morreram por complicações da doença.

Bairros

O bairro mais afetado pela dengue em Aparecida é o Jardim Buriti Sereno com 531 casos notificados neste ano. O Jardim Tiradentes tem 281, seguido pelo Garavelo, com 267; Madre Germana, com 235, e Jardim Alto Paraíso (231).

A Unidade de Pronto Atendimento do Buriti Sereno foi onde houve o maior número de registros de casos, com 1.468; seguido pela unidade do Jardim Nova era, 1.040.

A Secretaria de Desenvolvimento Urbano (SDU) iniciou na primeira semana de maio a segunda etapa da intensificação dos serviços de limpeza e roçagem por todo o município. A primeira etapa foi iniciada em janeiro e por 120 dias equipes percorreram as áreas públicas como órgãos municipais, escolas, Cmeis, praças, lotes privados, parques e ilhas das avenidas e ruas de todos os bairros. As equipes percorrerão, novamente, os 249 bairros da cidade.

Um dos objetivos é justamente a diminuição de criadouros do mosquito Aedes Aegypti, o transmissor da dengue.