Deputados estaduais retornam às atividades em Plenário e lamentam falecimento de Paulo Garcia

A deputada Delegada Adriana Accorsi (PT) discursou em nome dos correligionários, lamentando a morte do amigo e colega

Com o fim do recesso parlamentar, a Assembleia Legislativa de Goiás realizou nesta terça-feira (1º) a primeira sessão ordinária do semestre. Durante o desenvolvimento dos trabalhos, deputados de diversas bancadas prestaram suas homenagens ao ex-prefeito de Goiânia e ex-deputado estadual Paulo Garcia (PT), que faleceu na madrugada de domingo, vítima de um infarto.

Líder da bancada do Partido dos Trabalhadores na Casa, a deputada Delegada Adriana Accorsi discursou em nome dos correligionários, lamentando a morte do amigo e colega, e destacando suas ações na política. Ela ainda solicitou que o Plenário realizasse um minuto de silêncio em sua memória, pedido que foi prontamente atendido pela presidência, exercida nesta tarde pelo deputado Mané de Oliveira (PSDB).

Outros parlamentares também pediram a palavra para destacar a história de vida e atos da gestão de Paulo Garcia, como Humberto Aidar (PT), Isaura Lemos (PCdoB), Wagner Siqueira (PMDB), Dr. Antonio (PR) e Luis Cesar Bueno (PT). Ao também lamentar a morte do ex-prefeito, o deputado Santana Gomes (PSDB) criticou sua administração, afirmando que Paulo Garcia foi um bom homem, um bom cidadão, mas um péssimo prefeito. A fala não agradou a outros parlamentares, que prontamente a rebateram.

Votação

Cinco projetos de lei parlamentares foram discutidos e aprovados em definitivo nesta sessão ordinária. O de nº 2958/15, proposto pelo deputado Gustavo Sebba, que proíbe que hidrogel e polimetilmetacrilato (PMMA) sejam vendidos sem prescrição médica. Essa restrição pretende evitar a mutilação e morte de mulheres e homens que, em busca de um corpo perfeito, acabam por fazer uso indiscriminado e errôneo dessas substâncias preenchedoras e modeladoras.

Duas matérias que inserem datas comemorativas no Calendário Oficial de Goiás também foram aprovadas e enviadas à sanção da Governadoria do Estado. A primeira, de nº 418/17 e proposta por Bruno Peixoto (PMDB), cria o Dia Estadual do Guarda Civil Municipal, a ser comemorado em 10 de outubro de cada ano. A segunda, de Francisco Oliveira (PSDB) institui a Semana Estadual do Artesanato, celebrada anualmente entre os dias 19 e 16 de março.

Também recebeu aprovação definitiva do Plenário o projeto de lei nº 912/16, de Bruno Peixoto, que regulamenta serviços de controle de pragas urbanas (dedetização), e o projeto de lei de nº 3714/16, de Francisco Júnior (PSD), que regulamenta a posse responsável de cães e gatos, prevendo obrigações aos órgãos públicos e aos tutores dos animais.