Desconfiado de traição, homem espera mulher dormir e corta cabelo dela no DF

A vítima foi ameaçada de morte, mas conseguiu fugir e pedir ajuda para uma equipe da Polícia Militar

Desconfiado de traição, homem espera mulher dormir e corta cabelo dela no DF
Desconfiado de traição, homem espera mulher dormir e corta cabelo dela no DF (Foto: PMDF/Divulgação)

Um homem foi preso em flagrante após cortar o cabelo da companheira por desconfiar de uma traição, no Distrito Federal. Segundo a Polícia Militar (PM), o suspeito esperou a vítima dormir para atacá-la e também a ameaçou de morte, mas ela fugiu e acionou os militares. A Polícia Civil investiga o caso.

Ao ser detido, o homem disse que atacou a companheira porque ela teria cometido uma traição. O caso foi registrado como injúria e ameaça, no contexto de violência doméstica.

O homem passou por audiência de custódia, no último domingo (29), e a Justiça determinou a soltura, após pagamento de fiança de R$ 4 mil. Porém, ele foi proibido de entrar em contato ou se aproximar da vítima que está sob medida protetiva.

O crime

O crime ocorreu na Vila São José, em São Sebastião, na madrugada do último sábado (28). De acordo com a PM, a equipe foi acionada para a ocorrência por volta das 2h20. No local, a mulher estava chorando, com um dos filhos no colo.

O casal esteve junto durante sete anos, mas teria terminado no passado e reatado o relacionamento recentemente.

Aos militares, a vítima contou que estava dormindo, quando sentiu alguém mexendo na sua cabeça. Ao acordar, viu o marido cortando o cabelo dela com uma tesoura. Na residência, a polícia apreendeu a tesoura e cabelos cortados.

Além da agressão física, o homem ameaçou a vítima, dizendo que só não a mataria por ter dois filhos com ela, um de três anos e outro de um ano e quatro meses.

O caso é investigado pela 30ª Delegacia de Polícia (São Sebastião).

Polícia encontrou cabelo da vítima na residência do casal em São Sebastião (Foto: PMDF/Divulgação)

Polícia encontrou cabelo da vítima na residência do casal em São Sebastião (Foto: PMDF/Divulgação)