Detentos executam serviços em colégio de Palmeiras de Goiás

Dentre as atividades estão limpeza, pintura e manutenção da instituição

Detentos executam serviços em colégio de Palmeiras de Goiás
Detentos executam serviços em colégio de Palmeiras de Goiás

Como forma de reduzir pena, dois detentos da Unidade Prisional (UP) de Palmeiras de Goiás executam serviços em colégio militar da cidade. Dentre as atividades estão limpeza, pintura e manutenção da instituição.

De acordo com a Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), eles começaram o trabalho, que tem duração de 30 dias, em 1º de outubro. Para Eder Coelho, coordenador regional prisional, essas ações garantem o retorno dos reeducandos à sociedade, a chamada ressocialização.

Os homens trabalham de segunda à sexta-feira e recebem remuneração e redução de pena. A DGAP destaca que em outras oportunidades revitalizações de creches, parques de exposição da cidade, limpeza de lotes baldios e manutenção de cemitérios já foram executados por detentos.