Detentos oferecem R$10 mil para policiais em troca de celulares em presidio de Jataí

Além dos R$10 mil para que o policial facilitasse a entrada de celulares no presídio, os suspeitos oferecem R$1 mil por semana para que serviço continuasse

Detentos oferecem R$10 mil para policiais em troca de celulares em presidio de Jataí
Detentos oferecem R$10 mil para policiais em troca de celulares em presidio de Jataí (Foto: DGAP)

Dois detentos são suspeitos de oferecer R$10 mil, através de uma carta, para que policiais penais facilitassem a entrada de celulares em uma unidade prisional de Jataí, município da região sudoeste de Goiás. Na carta, de três páginas, os suspeitos ainda oferecem R$ 1 mil por semana para que a entrada dos aparelhos continuasse.

Detento entregou a carta para o policial, mas agente não leu

Segunda a Diretoria-Geral de Administração Penitenciaria (DGAP), a carta foi entregue a um policial plantonista na segunda-feira (17) durante a escolta dos detentos para o atendimento médico realizado dentro do presídio. Um dos presos dobrou a carta e entregou para o policial que não abriu o material e seguiu com a escolta.

Após escoltar os detentos de volta para as celas, o policial entregou a carta ao coordenador da penitenciaria que, ao ler os pedidos dos presos, atribuiu a dupla ao crime de corrupção ativa.

Além dos R$10 mil, detento oferece mil reais por semana para que serviço continuasse

Em um trecho, os presos informam que os “rádios” (celulares) chegariam no local e solicitam que a entrada dos eletrônicos seja facilitada, em troca o policial receberia R$ 10 mil e se caso o serviço continuasse, receberia R$1 mil semanalmente.

“Os rádios chegando hoje ou amanhã, já passo 10 mil, porque preciso do rádio pra baixar o aplicativo e ter acesso ao dinheiro. Pode ter certeza de que somente eu e o senhor vai estar sabendo, eu quero uma confiança da parte do senhor. Dando certo, o senhor pode ficar tranquilo que toda semana fechamos uma batida no valor de mil reais”, diz um trecho da carta.

Detentos oferecem R$10 mil para policiais em troca de celulares em presidio de Jataí (Foto: DGAP)

No final da última página, o suspeito disponibiliza um número de telefone para que o policial tivesse acesso aos aparelhos eletrônicos.

A DGAP informou que medidas cabíveis foram tomadas e os presos, que cumpriam pena por tráfico de drogas, foram encaminhados para a delegacia da cidade para as providencias necessárias.

Detentos oferecem R$10 mil para policiais em troca de celulares em presidio de Jataí (Foto: DGAP)

Leia outras notícias no Mais Goiás

Wanderson Protácio, autor de triplo homicídio em Corumbá, é encontrado morto em cela de Aparecida

Após um mês de fuga, segue foragido um dos maiores estupradores de Goiás

Defensoria Pública recomenda retorno de visitas presenciais em presídios de Goiás

*Jeice Oliveira compõe programa de estágio do Mais Goiás sob supervisão de Alexandre Bittencourt