DICT de Anápolis indicia motorista que atropelou entregador por homicídio doloso

Motorista continua foragido, com mandado de prisão em aberto. O caso aconteceu na noite do dia 9. Sérgio de Moraes foi visto por testemunhas visivelmente embriagado na hora do acidente

Sérgio de Moraes foi visto por testemunhas visivelmente embriagado na hora do acidente. Foto: Divulgação

A Delegacia Especializada de Crimes de Trânsito (DICT) de Anápolis indiciou o motorista Sérgio Fernandes de Moraes por homicídio doloso, embriaguez ao volante e fuga sem prestar socorro. Sérgio é o principal suspeito de atropelar o motociclista Wilkinson Leles do Nascimento no início do mês, enquanto ele fazia entregas por aplicativo.

O delegado titular, Manoel Vanderic, informou ao Mais Anápolis que todas as provas videográficas, testemunhais e periciais indicam que Sérgio dirigia alcoolizado e por isso assumiu o risco de matar alguém no trânsito.

O motorista continua foragido, com mandado de prisão em aberto. O caso aconteceu na noite do dia 9. Sérgio de Moraes foi visto por testemunhas visivelmente embriagado na hora do acidente. De acordo com Vanderic o suspeito ainda descartou uma garrafa de vinho no local colhida pela perícia.

Familiares esperam por justiça

“Não foi um acidente. O motorista estava embriagado. A gente espera que esse caso não caia no esquecimento e que o criminoso seja preso”, diz a tia de Wilkinson, Irene Leles.

No último final de semana, uma manifestação de familiares e entregadores de aplicativo saíram pelas ruas de Anápolis para pedir a prisão do suspeito.