Discussão por conta de fogo em lote seria o motivo de idoso decepar braço de mulher com uma foice em Anápolis

Segundo relato de testemunhas, o suspeito de 61 anos juntava folhas secas e discutiu com vizinho e em seguida cortou o braço da vítima com uma foice

Central de Flagrantes em Anápolis. (Foto: Jonathan Cavalcante)
Central de Flagrantes em Anápolis. (Foto: Jonathan Cavalcante)

A Polícia Civil escuta nesta tarde os principais envolvidos na confusão que terminou com uma mulher de 48 anos sem o braço no Parque das Primaveras em Anápolis. Ao Mais Anápolis, a delegada responsável pelo caso, Emilli Bailoni, informou que uma discussão entre vizinhos por fogo no lote ocasionou no crime.

Segundo relato de testemunhas, o suspeito de 61 anos juntava umas folhas secas no local, quando o companheiro da vítima chegou até o vizinho e solicitou que o idoso não colocasse fogo nas folhas, devido isso gerar sempre desconforto nos moradores do bairro.

O pedido acabou gerando uma discussão que se agravou em ameaças. A reportagem apurou que neste momento a mulher de 48 anos tentou acalmar os ânimos, quando foi atacada com a foice que resultou na perda do braço.

Até a chegada dos policiais, o companheiro da vítima tentou correr atrás do suspeito que fugiu e só parou ao ser interceptado por vizinhos.

Preso o idoso de 61 anos deve responder pelo crime de tentativa de homicídio por motivo fútil.