Disputa por Aparecida: Caiado e Marconi cumprem agenda na cidade nesta semana

A cidade da região metropolitana se torna alvo da cobiça por pré-candidatos logicamente pela quantidade de votos disponíveis

Daniel Vilela e Caiado em Aparecida (Foto: Reprodução - Instagram)

Aparecida de Goiânia está no meio da disputa pelo governo do Estado. Ou melhor: os eleitores de Aparecida de Goiânia, que compõem hoje o segundo maior colégio eleitoral de Goiás. Tanto que nesta quinta-feira (9) o governador Ronaldo Caiado (União Brasil) tem duas agendas na cidade. Já Marconi Perillo (PSDB) vai à cidade na sexta-feira (10).

Caiado marcou presença em Aparecida, nesta manhã, para entregar reforma de seis escolas estaduais. Além disso, inaugurou serviço de Tomografia Computadorizada no Hospital Estadual de Aparecida de Goiânia Cairo Louzada (Heapa).  Ele estava acompanhado de Daniel Vilela (MDB), pré-candidato a vice-governador, com base forte na cidade, e de várias lideranças da região, como Waldir do MDB, Ribamar Gomes, Valdemir Souto, Marinho Rezende e André Walker.

O governador não se limita a realizar agendas. Nos bastidores, conseguiu apoio de vereadores, a partir de articulação de Daniel Vilela.

Avanço tucano

Enquanto Marconi Perillo visitará a Associação Comercial, Industrial e Empresarial da Região Leste de Aparecida de Goiânia. A entidade tem presença entre eleitores da região, mas também forte articulação na Câmara Municipal e na prefeitura.

Em abril, o tucano marcou presença na prefeitura, em encontro com o prefeito Vilmar Mariano (Patriota), e na Câmara Municipal. Há rumores de que o ex-governador será candidato ao governo do Estado e por isso visa herdar votos do ex-prefeito Gustavo Mendanha (Patriota), com quem tentou formar chapa majoritária, mas foi impedido pela direção do Patriota.

Eleitores

A cidade da região metropolitana se torna alvo da cobiça por pré-candidatos logicamente pela quantidade de votos disponíveis — segundo levantamento do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) são 328.812 cadastrados junto à Justiça Eleitoral. Perde somente para Goiânia, que tem 1.014.595 pessoas aptas a votar, e está à frente de Anápolis que tem tem 283.036 eleitores.