“É amargo”, diz mãe de garoto vítima de injúria racial em Caldas Novas (GO)

Secretaria Estadual de Educação (Seduc) disse que vai averiguar o caso. Mãe do estudante preferiu não registrar ocorrência do fato

Estudante denuncia injúria racial durante jogo de basquete em escola de Caldas Novas (GO)
Estudante denuncia injúria racial durante jogo de basquete em escola de Caldas Novas (GO) (Foto: Reprodução - Vídeo)

O estudante Cauã Gomes, de 16 anos, denuncia que foi vítima de injúria racial durante uma partida de basquete em uma escola estadual de Caldas Novas, na região sul de Goiás. O fato foi registrado em vídeo e mostra quando uma pessoa não identificada grita da torcida: ‘Seu preto do caralho’. A Secretaria Estadual de Educação (Seduc) disse que vai averiguar o caso.

“Racismo dói. Para quem sofre é dolorido, é amargo”, disse Celize Gomes que é mãe de Cauã. O estudante joga basquete pelo campeonato estudantil do município e o caso aconteceu na última quinta-feira (5), mas as imagens só foram divulgadas nesta terça-feira (10).

Celize contou ao Mais Goiás que, na hora da partida, o filho não havia percebido as ofensas, mas ouviu os xingamentos depois que recebeu os vídeos. “O Cauã estava focado no jogo, quando ele joga, a concentração dele impede de prestar atenção ao que se passa fora do jogo”, disse a mãe.

Ela conta que não pretende registrar ocorrência sobre o fato. “Não registrei e também não vou. Essa exposição do ocorrido foi com a intenção única de conscientização, de mostrar que o racismo existe, que ele é um crime e que deve ser combatido. E como contra fatos não a argumentos, o vídeo mostra o quanto o racismo é real, ele realmente existe e precisa acabar”, desabafou a mãe.

Cauã é aluno do Colégio Estadual da Polícia Militar de Goiás (CEPMG) Nivo das Neves e a partida em questão aconteceu no Centro de Educação de Jovens e Adultos Filostro Machado Carneiro.

Por meio de nota, Seduc informou que só tomou conhecimento do fato na terça-feira (10) e que fará a averiguação imediata dos fatos e tomará as providências necessárias.

Confira a íntegra da nota da Seduc:

Em atenção à solicitação de informações sobre denúncia envolvendo estudantes de escolas públicas estaduais, em Caldas Novas, a Secretaria de Estado da Educação de Goiás esclarece e informa:

– As duas unidades, o Colégio Estadual da Polícia Militar de Goiás (CEPMG) de Caldas Novas Nivo das Neves e o Centro de Educação de Jovens e Adultos Filostro Machado Carneiro integram a rede estadual na cidade de Caldas Novas;

– A Seduc está averiguando os fatos e tomará as providências necessárias;

– Em ambas as escolas estão sendo desenvolvidas ações de conscientização e combate ao bullying e à violência.