Égua salva por agente de trânsito se recupera após cirurgia; vídeo

Caso ganhou repercussão depois que uma agente de trânsito ficou ao lado do animal por cerca de três horas até o que o resgate chegasse

Égua salva por agente de trânsito se recupera após cirurgia
de três horas até o que o resgate chagasse A égua atropelada por um carro, no Setor Campinas, na última segunda-feira (17), passou uma cirurgia e se recupera bem. O caso ganhou repercussão depois que a agente de trânsito Graziella Neres Fleury ficou ao lado do animal por cerca de três horas até o que o resgate chegasse.

A égua atropelada por um carro, no Setor Campinas, em Goiânia, na última segunda-feira (17), passou uma cirurgia e se recupera bem. O caso ganhou repercussão depois que a agente de trânsito Graziella Neres Fleury ficou ao lado do animal por cerca de três horas até o que o resgate chegasse.

A princípio, a égua foi chamada de ‘Canela’. O nome foi dado por Graziella enquanto ela acalmava o animal que estava bastante agitado por causa da dor. Após o resgate, a protetora de animais, Regiany Xavier, decidiu rebatizá-la de ‘Esperança’ em homenagem à situação na qual a égua foi salva: “A Graziella apareceu naquele lugar (do acidente) para dar esperança à égua naquele momento de dor. Eu tinha também a esperança de retirá-la do centro de zoonoses e impedir que ela fosse sacrificada”.

Segundo Regiany, a cirurgia foi um sucesso. O procedimento durou cerca de cinco horas e não houve nenhuma complicação.  “Agora, nossa preocupação é com o pós-operatório. Por ser uma cirurgia bastante delicada, o momento requer cuidados”, relatou.  A Canela/Esperança foi operada no Hospital Rural Veterinário, em Goiânia, e permanecerá por lá até ter condições de ser transferida para um novo lar.

Vaquinha

A história da Esperança mobilizou várias ações na internet. Uma página no Instagram chamada “Tudo pela Esperança” foi criada para divulgar uma vaquinha online, iniciada para angariar fundos que serão revertidos ao tratamento da égua. Até o momento, já foram arrecadados mais de R$ 5 mil.

Relembre o caso

A égua sofreu uma fratura exposta em uma pata traseira após ter sido atropelada por um carro, no Setor Campinas. O animal ficou no cruzamento da Rua Senador Jaime com a Avenida Perimetral por quase três horas, até que fosse resgatado e encaminhado para o Centro de Zoonoses. A agente de trânsito Graziella Neres Fleury ficou o tempo todo ao lado da égua, fazendo carinho e tentando acalmá-la. As imagens viralizaram na internet.

Agente da SMT fica ao lado de égua atropelada por cerca de três horas

Égua foi batizada pela agente com o nome de Canela (Foto: Arquivo pessoal)