Em 12 Estados, gasolina caiu mais do que em Goiás desde sexta (24)

Estado registrou reajuste de -2,2% no período

Em 12 Estados, gasolina caiu mais do que em Goiás desde sexta (24)
Em 12 Estados, gasolina caiu mais do que em Goiás desde sexta (24) (Foto: Jucimar de Sousa - Mais Goiás)

Levantamento da ValeCard para Folha de S.Paulo mostra que o preço do litro da gasolina já teve queda da última sexta (24) até terça-feira (28) nos Estados e Distrito Federal. Goiás, entretanto, foi apenas o 13º em recuo, com queda de 2,2%.

De acordo com a pesquisa, as diminuições têm chegado de forma gradual após sanção da lei zera os impostos federais e limita o Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) em 17%. Goiás e São Paulo foram os únicos que já adequaram as alíquotas sobre a gasolina.

Apesar disso, a maior queda foi no Amapá: 7,15%. Em seguida vêm: Acre (-6,74%); Paraná (-6,5%); Santa Catarina (-6,48%); Roraima (-4,42%); Pernambuco (-4,11%); Distrito Federal (-3,76%); Mato Grosso do Sul (-3,41%); São Paulo (-3,06%); Ceará (-3%); Sergipe (-2,52%); e Rio Grande do Sul (-2,26%).

Com reduções menores que Goiás estão: Rio de Janeiro (-1,91%); Rio Grande do Norte (-1,77%); Amazonas (-1,57%); Alagoas (-1,39%); Pará (-1,17%); Minas Gerais (-1,15%); Rondônia (-1,06%); Espírito Santo (-0,93%); Bahia (-0,81%); Tocantins (-0,7%); Piauí (-0,63%); e Mato Grosso (-0,48%).

A Paraíba e o Maranhão tiveram aumentos no período. Foram, respectivamente, 0,08% e 1,54% de reajuste no litro de gasolina.

Expectativa de queda na gasolina em Goiás

O governador Ronaldo Caiado (União Brasil) declarou, na última segunda-feira (27), que a gasolina deve cair nas bombas para o consumidor em R$ 0,85/litro; o etanol R$ 0,38 e o diesel R$ 0,14. A fala foi dada durante anúncio da redução da alíquota do ICMS que incide sobre combustíveis, gás natural, energia elétrica, comunicação e transporte coletivo.

Etanol e gasolina passarão a ter incidência de 17%. O diesel, por sua vez, vai baixar para 14%. “O gás de cozinha não será atingido, pois a alíquota é de 12%.”

Segundo a ValeCard como as distribuidoras ainda têm produtos com estoques antigos, as reduções devem ocorrer de forma gradual. Este repasse deve levar de 10 a 15 dias.