Em bilhete, detento oferece R$ 3 mil para policial penal em troca de celulares: ‘Tenho total respeito pelo senhor’

O custodiado que solicitava a entrada de dois celulares com carregadores na UPR de Corumbá de Goiás, responderá pelo crime de corrupção ativa

No bilhete, o custodiado ofereceu suborno para entrada de entrada de dois celulares. (Foto: Divulgação/DGAP)

Um detento escreveu um bilhete oferecendo R$ 3 mil a um policial penal em troca da facilitação da entrada de aparelhos celulares no presídio. Segundo a Diretoria Geral de Administração Penitenciária (DGAP), o caso ocorreu no último sábado (13) na Unidade Prisional Regional (UPR) de Corumbá de Goiás. O custodiado responderá pelo crime de corrupção ativa. “Tenho total respeito pelo senhor”, escreveu o detento.

No bilhete escrito à caneta, numa folha de caderno, o detento pediu a ajuda ao policial penal e informou que se a tentativa de suborno para a entrada de dois celulares não desse certo, que o agente penitenciário não divulgasse a solicitação.

“Quero ver com o senhor se dá certo, se não der, o respeito continua. Se o senhor topar, deixa o contato que dou um jeito de um “mano” chegar no senhor lá fora. Tenho total respeito pelo senhor, desde já agradeço”, escreveu o custodiado no bilhete.

Leia o bilhete na íntegra:

Bilhete do detento solicitando entrada de celulares da Unidade Prisional de Corumbá de Goiás. (Foto: Divulgação/DGAP)

Bilhete do detento solicitando entrada de celulares da Unidade Prisional de Corumbá de Goiás. (Foto: Divulgação/DGAP)

Destino do Bilhete

Segundo a Diretoria Geral de Administração Penitenciária (DGAP), o bilhete foi encontrado durante o procedimento de revista na cela do detento. A ocorrência foi comunicada à direção da unidade.

Diante da situação, o custodiado foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil de Anápolis para a confecção do auto de prisão em flagrante. Com isso, além da pena anterior, o preso passa a responder também pelo crime tipificado como corrupção ativa, pelo Artigo 333 do Código Penal.

Detento foi conduzido à Central de Flagrantes de Anápolis. (Foto: Divulgação/DGAP)

Detento foi conduzido à Central de Flagrantes de Anápolis. (Foto: Divulgação/DGAP)